Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AFRONAUTA

Fora do Masked Singer, Sérgio Loroza chora e desabafa: 'Nunca me achei capacitado'

REPRODUÇÃO/GLOBO

Sergio Loroza com um óculos escuro na cabeça e uma camisa verde listrada chora ao vivo no Encontro com Fátima Bernardes

Astronauta do The Masked Singer, Sérgio Loroza não conteve a emoção no Encontro

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 29/9/2021 - 12h11

Sétimo eliminado do The Masked Singer Brasil, Sérgio Loroza se emocionou no Encontro desta quarta-feira (29) ao falar de sua experiência no reality como homem negro e sobre a importância da representatividade. "Essa responsa que caiu no meu colo, eu nunca me achei capacitado para isso. As divindades capacitam", afirmou o cantor.

"Eu não posso decepcionar essa galera, eu sei que de uma certa maneira eu estou aqui por eles", desabafou. Segundo o artista, a experiência de participar do programa veio junto com uma responsabilidade social de representar os excluídos da sociedade.

Fátima Bernardes fez coro com o cantor e disse que o ator representa muito bem sua bandeira. "Mas precisamos de mais, né? Um pouquinho mais, coisa assim de 56% de representatividade", afirmou ele.

Equidade, o momento é esse, e a palavra que não quer calar é equidade. E equidade não significa justiça, mas não existe justiça sem equidade. É o que se há de fazer pelo bem da humanidade.

Loroza também fez questão de dizer que sua luta não pode se limitar à causa do movimento negro: "Eu preciso estar também do lado da mulher. Eu preciso estar também do lado do LGBTQIA+. Eu preciso estar do lado de quem está vulnerável na sociedade". Confira um trecho do discurso no vídeo abaixo.

O Afronauta

O cantor também falou sobre a escolha da fantasia de astronauta. Ele aproveitou o sucesso do The Masked Singer para anunciar o lançamento de sua nova música de trabalho, Afronauta, em parceria com Pretinho da Serrinha.

Segundo ele, o interesse pela exploração espacial surgiu desde pequeno. "Eu nasci em 1967, quando o Yuri Gagarin deu a volta na órbita da Terra. Em 1969, o homem chegou na lua. Eu era molequinho e, quando perguntavam o que eu queria ser quando crescer, eu [dizia que] queria ser quem dirige o foguete", contou.

reprodução/globo

Sérgio Loroza reencontrou a fantasia

 "O personagem tem muito a ver comigo, uma identificação muito grande", afirmou o cantor, que sempre se interessou por ciência e chegou a cursar Química na faculdade. 

De acordo com o artista, a nova música surgiu após pesquisa dele sobre um projeto espacial da Zâmbia, chamado Afronauta, no qual o objetivo era levar uma mulher negra ao espaço.

"Para a gente que é preto, existem muitas dificuldades. Imagine que o primeiro homem negro a chegar ao espaço foi em 1983, o primeiro homem brasileiro foi em 2006. E o primeiro homem negro brasileiro? Graças ao The Masked Singer, eu hoje sou o afronauta!", finalizou.

Confira um trecho da canção Afronauta no vídeo abaixo.

Prêmio NTV Melhores do ano


Últimas de The Masked Singer

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas