Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

GYSELLE SOARES

Vice-campeã do BBB8 abandona carreira na França por contrato na Record

REPRODUÇÃO/TV ANTENA 10

Gyselle Soares no A Hora da Venenosa, na TV Antena 10, afiliada da Record no Piauí

Gyselle Soares no A Hora da Venenosa, na TV Antena 10, afiliada da Record no Piauí; ex-BBB8 de volta ao Brasil

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 16/11/2020 - 7h10

Em 2008, Gyselle Soares se consagrou vice-campeã do Big Brother Brasil 8. No reality, ganhou o apelido de Cajuína e a fama de ex-BBB. Nos últimos dez anos, ela morou em Paris, onde seguiu carreira artística. No fim de 2019, voltou para o Brasil para passar as festas com a família no Piauí. Mas a pandemia a fez ficar em terras brasileiras. Segundo ela, os trabalhos foram surgindo. Entre as propostas, um contrato com a TV Antena 10, afiliada da Record em sua terra natal, a fez abandonar a Europa. 

"Eles estavam à procura de uma apresentadora para comandar as lives de São João do Nordeste e souberam que eu estava no Piauí. Aí, o meu grande padrinho nesse projeto, Mariano Marques, apresentador do programa Sábado Maior, me colocou em contato com a afiliada e viabilizou o nosso encontro. A partir daí, assinei o contrato e estou lá até hoje. Sou muito grata a ele", conta a artista de 37 anos ao Notícias da TV.

Em junho, Gyselle estreou à frente do Circuito de Lives do São João do Nordeste, uma forma de levar as festas juninas para o telespectador em quarentena. No mês seguinte, ganhou o comando do Verão Piauí, uma atração focada em apresentações musicais. Em ambas as produções, a ex-BBB precisou se virar nos 30 com o ao vivo.

"O Circuito de Lives foi uma experiência maravilhosa e um aprendizado enorme, principalmente por ser ao vivo. Além disso, sempre gostei de festa junina e de dançar quadrilha. Quando eu era criança, a minha família não tinha dinheiro para comprar o traje junino. Mas a minha mãe comprava os tecidos e fazia a minha roupa para que eu pudesse participar da festa. Era demais", relembra.

"O Verão Piauí ficou um mês no ar e foi outro grande desafio na minha profissão de apresentadora. Costumo dizer que é muito importante sair da zona de conforto e poder aprender cada vez mais", analisa.

A entrada da ex-BBB na programação da Record agradou ao público da região. Por ter morado anos na França, a palavra cherie [querido ou querida] virou seu bordão na TV. Atualmente, ela é apresentadora do A Hora da Venenosa, dentro do Balanço Geral Manhã. O posto de venenosa, no entanto, não é dela.

"É o quadro mais famoso do Brasil, cada cidade tem os seus apresentadores e os jornalistas que fazem as fofocas. Eu sou apenas a âncora, não faço fofoca. As responsáveis por essa parte, em Teresina, são as jornalistas Ilanna Lima e Mikaela Ramos. O quadro é sucesso! Começou com 15 minutos e agora já são 30 minutos. Estou muito feliz mesmo", comemora.

"Nunca tinha apresentado programa ao vivo, e esse já é o terceiro. Eu me sinto muito mais segura no palco e, com certeza, é mais um desafio. Estou aprendendo bastante, é mais um programa ao vivo e estou crescendo muito aqui na emissora", reforça.

Para se aprimorar e correr atrás da nova função de comunicadora, Gyselle tem feito aulas de musicoterapia, nas quais se dedica às técnicas do canto, e também iniciou um curso de oratória. "É para ter a consciência vocal, a minha dicção já mudou muito. E dá para perceber", explica.

Selinho em Pedro Bial

Estar na televisão como âncora não afastará a Cajuína da carreira de atriz. Assim que saiu do BBB8, ela pôde ser vista na Turma do Didi (1998-2010), na Globo. Já na Europa, atuou no seriado Camping Paradis, do canal TF1, em 2010. Em 2012, a brasileira estreou no cinema francês no longa Depressão Entre Amigos, do cineasta Arnaud Lemort. Ela também fez teatro em seu currículo extenso no exterior.

"Abracei todas as excelentes oportunidades que tive na Europa. Aprendi e cresci profissionalmente. Atuar em outra língua foi bastante desafiador. Eu sempre digo que vou para onde o trabalho me chama, seja no Brasil ou na França, tudo é importante e enriquecedor", considera.

Gyselle Soares caracterizada como Maria para o espetáculo Paixão de Cristo; estreia no dia 21

Por aqui, ela se prepara para estrear o espetáculo Paixão de Cristo, no próximo sábado (21). Ela viverá Maria, mãe de Jesus. A produção, realizada em Teresina, será transmitida ao vivo pelas TVs locais Assembleia e Antares e nas redes sociais da peça. Ela também está no elenco do musical The Breakfast Club, que tem previsão de estreia para 2021, no Rio de Janeiro.

Entre a TV e os ensaios para o teatro, Gyselle tem se arriscado como escritora. Ela reúne memórias para o livro Bonjour! Como Fazer Sucesso Fora do Brasil, ainda sem previsão de lançamento. "Vou falar da cultura francesa e de como fazer sucesso no país. Eu passei por muitas coisas na França. Nada é fácil, e também não foi comigo. Mas no final, tudo deu certo", adianta.

Os costumes e os hábitos franceses, aliás, foram os causadores de uma situação que deu o que falar entre ela e Pedro Bial. Durante uma transmissão ao vivo em maio último, Gyselle revelou ter dado um beijo no ex-apresentador do BBB. Os dois se reencontraram por acaso em 2012, quando ela passava férias no Rio de Janeiro. O clima de algo mais surgiu na ocasião.

"Foi apenas um selinho, que é muito normal na França e até aqui, no Brasil também. Dou selinho nos meus amigos, e com o Bial não foi diferente. Tenho um carinho especial por ele, sem segundas intenções", explica.

A revelação repercutiu na imprensa. O apresentador da Globo não negou a história e também não foi atrás da ex-sister. "Pedro Bial é um cavalheiro, uma pessoa incrível que admiro pela sua postura na frente e atrás das câmeras. Não me procurou para impedir nada. Foi apenas um comentário em uma live e, certamente, ele não se incomodou com isso", finaliza.

Veja vídeos de Gyselle Soares no comando do quadro A Hora da Venenosa:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?