NO GOT TALENT

Terry Crews, de Todo Mundo Odeia o Chris, é atacado por não defender colega negra

Divulgação/The CW

Caracterizado como o Julius da comédia Todo Mundo Odeia o Chris, o ator Terry Crews parece surpreso

Terry Crews na época de Todo Mundo Odeia o Chris (2005-2009): acusado de não lutar contra racismo

REDAÇÃO - Publicado em 02/08/2020, às 09h15

O ator Terry Crews, o Julius de Todo Mundo Odeia o Chris (2005-2009), foi atacado mais uma vez por Gabrielle Union. A atriz acusa o colega de não tê-la defendido quando ela foi vítima de racismo nos bastidores do reality America's Got Talent, que ele apresenta na NBC e do qual Gabrielle foi jurada na 14ª temporada, no ano passado.

A atriz alegou que foi demitida da competição porque se recusou a ficar calada depois de ouvir piadas de cunho racismo e vivenciar um foco obsessivo dos produtores na aparência das juradas mulheres, além de casos de discriminação de orientações sexuais. Crews nunca falou nada sobre as acusações.

No fim de junho, o ator de Brooklyn Nine-Nine também foi atacado na web após questionar o movimento Black Lives Matter, que defende a valorização de pessoas negras e o fim da brutalidade policial. "Se você é um filho de Deus, você é meu irmão e irmã. Eu tenho família de todas as raças, crenças e ideologias. Precisamos nos certificar de que #VidasNegrasImportam não se transforme em #VidasNegrasSãoMelhores", escreveu ele no Twitter.

Durante uma participação no podcast da jornalista Jemele Hill, Gabrielle foi questionada sobre o posicionamento de Terry Crews no movimento negro. "A única coisa que eu sei com certeza é que ele recebe três cheques da NBC. Então eu não sei se ele está preocupado com a estabilidade do emprego. E, olha só, todos sabemos que se você fala sobre racismo e supremacia branca, você pode sim ser demitido", alfinetou ela, insinuando que a motivação do silêncio dele é dinheiro.

A atriz aproveitou a oportunidade para questionar mais uma vez a suposta amizade que ele manteve com ela nos bastidores do Got Talent. "Com base nas ações recentes dele, você acha mesmo que Terry Crews era um aliado, alguém que me ajudou? Eu acho que Terry Crews está mostrando quem ele é de verdade e o que ele faz em tempos de adversidade. E não é solidariedade!", criticou.

"No fim do dia, o trabalho que eu estou fazendo para que a NBC vire um ambiente de trabalho mais justo e igualitário vai beneficiá-lo também. Então tudo bem ele querer comer o cereal dele e me deixar fazer a minha coisa", detonou ela.

"Mas se você não vai ajudar, fique fora do meu caminho. Se você não se sente confortável financeiramente, ou espiritualmente, ou se você discorda de mim, fique fora do meu caminho. Mas você vai se dar bem com um ambiente de trabalho mais seguro pelo qual eu me arrisquei e fui demitida, sabe? Em vez de ele buscar ativamente esse progresso também", encerrou Gabrielle.

Após a divulgação do podcast, Terry Crews pediu perdão à ex-colega de programa. "Essa é minha terceira desculpa pública para Gabrielle Union. Se uma quarta for necessária, vou continuar pedindo desculpa e tentar reconciliar entre o mundo e, ainda mais importante, a cultura na qual cresci. Desculpe, Gabrielle", escreveu ele no Twitter, com a hashtag #Reconciliação.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook