Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

IRMÃOS CORAGEM

Tarcísio Meira ajudou a quebrar tabu de homens noveleiros na década de 1970

DIVULGAÇÃO/MEMÓRIA GLOBO

Foto em preto e branco de Irmãos Coragem. Tarcsio Meira faz cara de mau e usa uma jaqueta com camisa branca. Claudio Cavalcanti também usa jaqueta e camisa branca. Claudio Marzo só uma uma camisa branca e sorri.

Tarcísio Meira com Cláudio Cavalcanti e Cláudio Marzo, protagonistas de Irmãos Coragem (1970)

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 12/8/2021 - 13h22

A morte de Tarcísio Meira nesta quinta-feira (12) foi sentida por todos. O ator de 85 anos não resistiu às complicações da Covid-19. Para muitos, ele é o maior nome da teledramaturgia brasileira. Um dos fatos que mostra sua enorme importância aconteceu em 1970, quando protagonizou a novela Irmãos Coragem, na Globo. Tarcísio quebrou o preconceito que impedia os homens de apreciarem os folhetins.

Historicamente, novelas eram produtos direcionados para as mulheres jovens e donas de casa. Os patrocinadores dos dramalhões eram agências de publicidade e marcas ligadas ao consumo no lar, como produtos de limpeza e higiene pessoal.

Mas isso começou a mudar em 8 de junho de 1970, quando entrou no ar pela primeira vez Irmãos Coragem. Escrita pro Janete Clair, considerada a maior novelista de todos os tempos, a trama protagonizada por Tarcísio Meira, Cláudio Cavalcanti (1940-2013) e Cláudio Marzo (1940-2015) contava a história de três irmãos que desafiam a autoridade de um latifundiário.

A Globo apostou na trama protagonizada por três homens. Pela primeira vez, uma novela teve uma cidade cenográfica montada especialmente para ela. O cenógrafo Mário Monteiro foi o responsável pela construção do cenário numa área de cinco mil metros quadrados na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A junção foi explosiva. A trama unia as cenas de ação dos filmes de bang-bang americanos com futebol. Espertamente, Janete Clair colocou João Coragem (Meira) como uma versão tupiniquim dos longas protagonizados por Clint Eastwood na trilogia dos dólares, que tinha muita repercussão na época.

Outro fato curioso foi a inclusão de um jogador de futebol como protagonista. Duda (Marzo) era atacante do Flamengo e chegou a gravar cenas no Maracanã lotado para a novela. Janete queria fisgar os homens para aumentar a audiência. E conseguiu com louvor.

"Foi a primeira novela que os homens admitiam que viam por causa da ação que ela tinha. Até então, eles viam meio escondidos, olhando de canto, com vergonha de admitir, porque novela era coisa de mulher", explicou Tarcísio ao Memória Globo em 2006.

A prova do sucesso é que Irmãos Coragem conseguiu algo incrível: um de seus capítulos teve mais audiência do que a final da Copa de 1970, entre Brasil e Itália --o jogo foi apresentado num domingo, em 21 de junho de 1970. No dia seguinte, em 22 de junho e 1970, a audiência da novela foi maior.

Tarcísio Meira tinha mais de 60 anos de carreira. Na Globo, trabalhou em mais de 60 programas, entre minisséries, especiais e novelas. Ele deixa a mulher Glória Menezes, com quem estava casado desde 1962, e o primogênito Tarcísio Filho. Seu último trabalho na TV foi em Orgulho e Paixão, de 2018. 


Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas