Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DISPUTA POR NOME

Rivais na TV paga, Globo e ESPN brigam para usar para usar marca Bate-Bola

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Bruno Vicari com uma bola de futebol em uma foto de divulgação na ESPN

Bruno Vicari foi apresentador do Bate-Bola da ESPN: Globo briga para usar marca da Disney

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 9/6/2022 - 6h40

Rivais por audiência na TV por assinatura, Globo e ESPN estão com uma briga também no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), pela marca Bate-Bola. A emissora tentou a renovação desse nome, que usou regularmente em Copas entre 1978 e 2002, mas foi barrada por uma contestação do canal esportivo da Disney, que usou o título até o ano passado.

O Notícias da TV teve acesso aos documentos. A Globo pediu a renovação do direito do uso do nome nas últimas semanas por uma questão de protocolo. No entanto, o INPI afirmou que a ESPN tem autorização para o uso do mesmo título desde 2008.

O instituto negou o primeiro pedido e pediu para a Globo registrar contestação da decisão. A ESPN também foi consultada, ainda não respondeu, e o prazo é até o fim do mês. Curiosamente, o registro é meramente protocolar, já que nenhuma das duas empresas tem previsão de usar o nome por enquanto.

Bate-Bola foi usado como um programa especial da Globo na Copa do Mundo em cinco Mundiais de futebol. A estreia foi na Copa da Argentina, e o programa era exibido nos dias dos jogos da Seleção Brasileira. O esquema se manteve na Copa de 1982. Retornou à grade da Globo no Mundial da Itália, em 1990.

Na Copa do Mundo da França, em 1998, o Bate-Bola voltou a ser exibido, dessa vez como um quadro do programa Esporte Espetacular. Em 2002, no Mundial da Coreia e do Japão, passou a ser um programa independente, exibido logo após os jogos do Brasil, com apresentação de Galvão Bueno. Ele é considerado o embrião do Bem, Amigos!, no ar até hoje no SporTV.

Já o Bate-Bola da ESPN foi criado logo no início do canal esportivo no Brasil, com o nome de Bate-Bola com o Assinante. Mudou de título definitivamente em 2008 e foi usado exaustivamente até 2021 na programação.

Suas versões mais lembradas foram apresentadas na hora do almoço entre 2008 e 2014, com os jornalistas João Carlos Albuquerque, Mauro Cezar Pereira, Lúcio de Castro e Paulo Vinícius Coelho; e entre 2014 e 2021, com Bruno Vicari e outros comentaristas.

TUDO SOBRE

Disney

ESPN

Globo


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.