Velhos amigos

Renato Aragão aceita convite de Carlos Alberto e vai fazer A Praça É Nossa

Divulgação/SBT e Reprodução/TV Globo

Os amigos Carlos Alberto de Nóbrega e Renato Aragão vão se encontrar no banco de A Praça É Nossa - Divulgação/SBT e Reprodução/TV Globo

Os amigos Carlos Alberto de Nóbrega e Renato Aragão vão se encontrar no banco de A Praça É Nossa

FERNANDA LOPES - Publicado em 14/12/2018, às 05h36

Dois grandes ícones do humor brasileiro já combinaram um encontro inédito na TV em 2019. Carlos Alberto de Nóbrega disse em novembro, durante participação no talk show Lady Night, que gostaria muito de ter Renato Aragão como convidado ilustre de A Praça É Nossa. Prontamente, Aragão ligou para o amigo e aceitou o convite. Nóbrega já tem até datas prováveis para receber o eterno Didi Mocó no banco da Praça.

"Já falei com ele, ele ligou pra mim no dia seguinte [à exibição da entrevista no Lady Night]. Renato falou: 'Carlinhos, a hora que você quiser eu vou'. Mas só falta um programa pra gravar neste ano. Então na volta das férias, provavelmente no meu aniversário [em 12 de março] ou quando eu completar 65 anos de carreira, certamente o Renato vai estar presente", afirma Nóbrega ao Notícias da TV.

Mas ainda há um "detalhe" a ser resolvido: a liberação da Globo para que Renato Aragão possa aparecer no SBT. Quanto a isso, Nóbrega demonstra tranquilidade e conta que tem ótima relação com diretores da emissora concorrente.

"Tenho um relacionamento maravilhoso com o pessoal da Globo. Há dois anos fui gravar o Tá no Ar, na época em que a Globo não liberava ninguém. Fui uma exceção e fui muitíssimo bem tratado, alguns diretores foram até o estúdio para me cumprimentar, uma coisa muito bonita. Eu tenho certeza de que eles não negariam [a participação de Aragão]", explica. 

Nóbrega também ficou muito feliz com o tratamento que recebeu ao gravar o Lady Night com Tatá Werneck nos Estúdios Globo (antigo Projac). O apresentador só havia falado com a humorista uma vez antes do programa e se surpreendeu ao ver que Tatá é uma grande fã de seu trabalho.

"Fiquei surpreso com a pessoa dela. Ela é muito simples, é tranquila, educada. Me tratou com muito carinho. Inclusive, ela chorou quando me viu. Eu até entendo, ela tem 30 e poucos anos, cresceu assistindo à Praça, vendo aqueles personagens, me vendo sentado ali. Quando nós fomos encerrar o programa, tivemos que gravar três vezes, porque ela se emocionava", conta.

"Estranhei, porque ela [estava] sempre com as brincadeiras dela, é maluca. Falei: 'O que tá acontecendo?'. Ela respondeu: 'Eu nunca imaginei um dia ter um programa meu e você encerrando'. Foi uma coisa muito gostosa de ouvir, porque acho que é a recompensa que a gente tem pelo nosso trabalho. Tatá é maravilhosa".

No programa, Nóbrega se divertiu com as tiradas da apresentadora, falou palavrões, confessou que não gosta das piadas de Silvio Santos e aproveitou para cobrar o patrão. "Eu queria um contrato vitalício daquele pão duro! Não ganho aumento", disse ele, no episódio que foi ao ar em 29 de novembro.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook