Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CHAMAS DA VIDA

Record exibe blackface em reprise de novela e revolta público: 'Inaceitável'

REPRODUÇÃO/RECORD

O ator André Di Mauro como Lipe em Chamas da Vida; ele está se pintando de preto com um algodão, na região do rosto

Lipe (André Di Mauro) faz blackface para se disfarçar em cena de Chamas da Vida, da Record

ARTHUR PAZIN

arthurpazin@noticiasdatv.com

Publicado em 20/7/2022 - 18h08

Em Chamas da Vida (2008), no ar em reprise na Record, Lipe (André Di Mauro) criou um disfarce para tentar ir até a clínica onde Vivi (Leticia Colin) estava prestes a abortar. Para despistar, o personagem fez blackface, prática considerada ofensiva e racista. A exibição da cena, nesta quarta (20), revoltou internautas. "É inaceitável", escreveu João Mello em uma publicação da emissora no Twitter.

Na trama reapresentada, a fim de não ser reconhecido, Lipe colocou óculos e pintou o rosto de preto, passando-se por uma pessoa negra. A ação é encarada como vergonhosa por movimentos antirracistas, mesmo quando não há intenção, principalmente devido a sua origem, no século 19, quando atores brancos pintavam o rosto para arrancar risos enquanto ridicularizavam os negros.

Nas redes sociais, internautas lamentaram o fato de a Record ter produzido uma cena de blackface. "Isso é tão errado", publicou Matheus no perfil do Twitter da emissora. Outros usuários da plataforma criticaram também a ausência de edição e corte na sequência da novela, que está em sua segunda reprise.

"Em 2009 já estava errado (...), blackface é discutido e rechaçado desde a metade do século 20, pelo menos. E postarem essa cena nas redes oficiais é absurdo", escreveu Maria Salles na mesma rede social.

Procurada pelo Notícias da TV para comentar o caso, a Record não respondeu as mensagens da reportagem até a conclusão deste texto. Caso a emissora se posicione, a reportagem será atualizada.

Confira as reações:

Por que Vivi aborta?

Amparada pela lei em casos de abuso sexual, Vivi tomou a decisão de interromper a gravidez legalmente após ser vítima de Lipe. Ele a estuprou sem dó nem piedade. 

Sem saber o que fazer, a adolescente decidiu tirar o filho depois de analisar que carregaria uma criança fruto de uma violência. Ela, então, conversou com os irmãos, Antônio (Dado Dolabella) e Pedro (Leonardo Brício), e marcou o procedimento.

"Eu não posso ter um filho que não foi gerado por amor. Eu ia sempre olhar para a criança e lembrar da violência que eu vivi", refletiu a jovem da novela escrita por Cristianne Fridman.

REPRODUÇÃO/RECORD

Vivi (Leticia Colin) em Chamas da Vida

Vivi (Leticia Colin) em Chamas da Vida


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.