Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AMEAÇA INVISÍVEL

Record aposta em série sobre vírus e arrasta pandemia até 2021; saiba mais

REPRODUÇÃO/RECORD

A atriz Paloma Bernardi olha assustada em cena da novela A Terra Prometida, da Record, em 2016

Paloma Bernardi em A Terra Prometida, em 2016; atriz está escalada para a série Ameaça Invisível

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/11/2020 - 7h54

Disposta a apostar em uma trama mais curta do suas novelas bíblicas, a Record arrastará a pandemia da Covid-19 até 2021 com a série Ameaça Invisível, que falará sobre um vírus misteriosos que contamina vários países ao redor do mundo. A história escrita por Ingrid Zavarezzi terá Paloma Bernardi e Rafael Sardão no elenco.

De acordo com a coluna de Flavio Ricco, no R7, a série terá 12 capítulos e contará com participações de personagens em outros países, como França, Itália, Canadá, Estados Unidos, Finlândia e Nova Zelândia.

A produção negocia com o ator italiano Ignazio Oliva e com a atriz brasileira Julia Sabugosa, que atualmente mora no país da Oceania. 

Apesar de não terem definido a protagonista da história, alguns atores já foram reservados além de Paloma e Sardão, são eles: Karen Julia, Dudu Pelizzari, Nicola Siri e Ernani Moraes.

Projeto idealizado por Ajax Camacho, que já trabalha em novelas da Record, tem previsão de estreia apenas para o ano que vem, mas não se sabe em qual mês. 


Leia também

Enquete

Você gostou dos participantes escolhidos para o BBB22?

Web Stories

+
Faustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e maisBBB22: Após frustrar público, Globo anuncia participantes nesta sexta-feiraSunga branca, esponjão e recorde no paredão: 10 momentos para o BBB22 tentar superarSabrina Sato volta à Globo; apresentadora já foi Bailarina do Faustão e esteve no BBB

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas