Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MARCELO PEREIRA

Por diversidade, Globo volta a ter homem negro na previsão do tempo após 25 anos

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Marcelo Pereira de terno cinza claro, camisa branca e gravata bordô falando ao microfone em um estúdio de televisão

Marcelo Pereira em seu último dia na TV Fronteira; ele apresentará o mapa tempo na Globo

Pela segunda vez em seus 56 anos de história, a Globo terá um homem negro na apresentação da previsão do tempo em rede nacional. Marcelo Pereira, repórter da Redação de São Paulo, se prepara para substituir Jacqueline Brazil nos noticiários Hora Um e Bom Dia São Paulo.

O primeiro homem negro a apresentar o Mapa Tempo na emissora foi Carlos Magno, fundador do Climatempo, no Jornal Nacional em 1996. O Notícias da TV apurou que Pereira está em treinamento com Jacqueline desde a semana passada. A titular do quadro tem compartilhado todo o seu esquema de trabalho com seu substituto.

A estreia de Marcelo no mapa tempo está marcada para daqui a duas semanas. Ele cobrirá Jacqueline no feriado prolongado da Independência do Brasil, e estará no ar em 6 e 7 de setembro. A Globo confirmou a escalação do jornalista como plantonista.

A princípio, o repórter ocupará a função somente como substituto, mas já há planos para que suas entradas sejam mais frequentes.

Ele tem dividido seu tempo de trabalho entre os estudos sobre meteorologia e o trabalho nas ruas da capital paulista. Nessa quarta-feira (25), entrou ao vivo no Bom Dia São Paulo, na frente de uma delegacia no bairro do Sacomã, para noticiar o caso de um motorista de aplicativo que havia sido sequestrado na madrugada.

Sua aparição no estúdio será a primeira vez em que Marcelo aparecerá de rosto limpo, sem máscara, para o público de São Paulo --e também para todo o Brasil--, uma vez que ele estreou nas reportagens sobre a capital paulista no meio da pandemia do novo coronavírus.

Diversidade na tela

Marcelo Pereira foi contratado pela Globo em março, após a decisão de Ana Escalada, nova diretora de Jornalismo de São Paulo, de ampliar a diversidade de profissionais tanto diante das câmeras quanto nos bastidores. Ela aumentou a presença de funcionários não brancos, incluindo negros e descendentes de asiáticos.

Antes de ser efetivado pela matriz paulistana, Pereira atuava como âncora do FN2, o equivalente ao SP2 da TV Fronteira, afiliada da Globo em Presidente Prudente. Ele acumula passagens pela Rede Amazônica (Acre) e TV Anhanguera (Tocantins), ambas parceiras da líder de audiência.

Marcelo ganhou destaque por sua maneira descontraída de conduzir o FN2, emplacando diversos bordões. Em seu último dia na TV Fronteira, ganhou homenagens da equipe de Jornalismo, com direito a choro de diversos colegas de trabalho.


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Traída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabem

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas