DE VOLTA À REDETV!

'Pessoas lubrificadas são melhores', diz Amaury Jr. sobre entrevistados

DIVULGAÇÃO/REDETV!

Amaury Jr. está de volta à RedeTV! após uma curta temporada na Band; programa estreia nesta sexta (24) - DIVULGAÇÃO/REDETV!

Amaury Jr. está de volta à RedeTV! após uma curta temporada na Band; programa estreia nesta sexta (24)

GABRIEL PERLINE - Publicado em 24/05/2019, às 06h15

Amaury Jr. tem um truque para conseguir realizar boas entrevistas na TV. Sempre que vai às festas, recheadas de celebridades e políticos, ele fica de olho naquelas que estão com uma taça na mão. Em sua opinião, depois de um drinque as pessoas ficam mais sinceras. "As pessoas ligeiramente 'lubrificadas' são melhores", ensina.

De volta à RedeTV! após um ano na Band, ele reestreia na madrugada desta sexta-feira (24) para sábado seu tradicional programa, repaginado, e no melhor estilo Amaury Jr. de ser.

O apresentador recebeu o Notícias da TV em sua produtora, no Jardim Paulista, zona oeste de São Paulo, e revelou que algumas de suas icônicas entrevistas só aconteceram porque os entrevistados estavam, digamos, mais soltinhos. "É muito mais agradável uma pessoa que tenha tomado um bom drinque e que esteja relaxada, solta. Ela te dá mais informações", afirma.

"Gosto muito de ler biografias. E comecei a encontrar um traço em comum entre os grandes malfeitores da história. Adolf Hitler [1889-1945] era abstêmio, Benito Mussolini [1883-1945] e Idi Amin Dada [1925-2003] também eram. Aí eu pensei: 'Será que os abstêmios estão duas doses abaixo?' (risos). Eu brincava que o Lula jamais seria um ditador. Ele gosta de uma boa birita, esse aí está salvo."

Dois momentos icônicos de Amaury na TV foram ressuscitados e viralizaram nas redes sociais há pouco tempo. Em ambos, as entrevistadas aparecem mais altinhas: a modelo Gisele Bündchen, em 2002, e a cantora Bebel Gilberto, em 2011.

"Eu comecei a conversar com a mãe dela [Gisele Bündchen], e ela ficou muito preocupada sobre o que eu estava tratando com sua mãe. Eu estava homenageando a mãe dela. Uma simpatia de mulher, e muito bonita. Acho que a Gisele tinha tomado uns dois drinques, não sei. Só sei que ela estava bem soltinha, bem lubrificada (risos). Aí ela entrou no vídeo e foi aquele acontecimento", falou ele sobre a top.

Já com Bebel Gilberto, ele explica que ambos estavam "lubrificados". O apresentador lembrou que a cantora aceitou conceder uma entrevista a ele, mas somente depois do seu show. Ambos beberam bastante ao longo da noite e, quando foram bater um papo, acabaram criando um grande meme.

"Esperei o show rolar. E ela, no meio dos shows, costuma tomar alguma coisa, fica ali no palco com uma garrafinha ao lado. Na hora que a entrevista começou, falamos de astrologia, signos, e a entrevista bombou. As pessoas gostam desse tipo de conversa mais solta", explicou. Assista à entrevista abaixo:

Saída da Band

O apresentador também falou sobre sua inesperada saída da Band, anunciada em janeiro, e os motivos que o levaram de volta à RedeTV!. A principal causa foi a insistência da antiga casa em transformar seu programa semanal em diário. Ele não aceitou. Mas outras razões o levaram a não renovar o contrato.

"Teve um momento em que estava tudo meio desregulado, e eu não queria fazer diário. A partir do meio do ano, começaram a falar que eu deveria fazer diário. E o horário seria depois do Jornal da Noite. Então, teria dias que eu entraria só às 2h30. Foram difíceis também [conseguir] os patrocínios. Apesar de ter a Ultrafarma comigo, não era suficiente. Aí eu cheguei de férias, sugeri dar uma pausa e esperar para ver o que aconteceria", disse.

"Eu queria uma paradinha, estava cansado de festas todos os dias. Dei a ideia de repensarmos o programa. E nesse meio tempo o Amilcare Dallevo [sócio da RedeTV!] me procurou e me convidou para voltar. Ele topou o progama semanal, me deu um horário bom, à 0h30 de sexta-feira."

A amizade com os donos da emissora também pesou em sua decisão de retornar para a RedeTV!, onde trabalhou durante 15 anos.

"Sou padrinho de casamento do Amilcare e da Daniela Albuquerque, sou padrinho de batismo da Alice [primogênita do casal], fui padrinho de casamento do Marcelo de Carvalho e da Luciana Gimenez. Houve um envolvimento familiar, de convivência, de muitos lances de alegria. Foi natural que, quando eu não me acertei na Band, eles reabriram as portas", justificou.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que você mais quer ver no BBB20?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook