EXPULSA DE A FAZENDA

Para bloquear concorrência, Record ignora regra e dá emprego a Nadja Pessoa

REPRODUÇÃO/RECORD

Nadja Pessoa durante participação no Programa do Porchat: ela segue contratada mesmo após expulsão - REPRODUÇÃO/RECORD

Nadja Pessoa durante participação no Programa do Porchat: ela segue contratada mesmo após expulsão

GABRIEL PERLINE - Publicado em 14/11/2018, às 05h32

Na tentativa de bloquear a concorrência e não perder as polêmicas declarações da participante mais barraqueira de A Fazenda 10, a Record ignorou uma das cláusulas do contrato e manteve Nadja Pessoa em seu elenco mesmo após a expulsão do reality show. O acordo com os participantes confinados diz que, caso alguém seja expulso, ele perderá, automaticamente, o vínculo com a emissora e o cachê pré-acordado.

Nadja saiu de A Fazenda em 6 de novembro, um dia depois de ter chutado a canela do ator Caique Aguiar. A direção entendeu o gesto da ex-peoa como uma agressão, e ela foi obrigada a deixar o confinamento.

Em casos de violações de cláusulas contratuais, a Record mantém uma postura rígida e não cede aos apelos emocionados de quem pisou na bola. Agressão física é proibida em todos os realities que a emissora promove, e os poucos que perderam a cabeça nos programas da casa foram severamente punidos.

Recentemente, Vida Vlatt perdeu o vínculo com a emissora e não recebeu o cachê de A Fazenda por ter concedido entrevista a Sonia Abrão, da RedeTV!, sem pedir autorização à Record. Ela ainda teria que pagar R$ 100 mil de multa, mas a emissora a poupou da indenização por entender que a humorista não teria condições de pagá-la. Seu contrato, no entanto, foi suspenso automaticamente.

Já o caso de Nadja é inédito na emissora. Ao analisar o destempero da peoa no confinamento e o interesse do público por seu perfil explosivo, a Record optou por não cancelar seu contrato, válido até janeiro de 2019, e a usou para turbinar a audiência de seus programas, como o Hoje em Dia e o Programa do Porchat.

Assim que deixou A Fazenda, a ex-peoa fez uma via-crúcis pelas atrações da Record e levantou o ibope de todas elas. Até mesmo o religioso Inteligência e Fé, apresentado pelo genro de Edir Macedo, Renato Cardoso, usou a imagem de Nadja Pessoa para falar sobre descontrole emocional.

Além de ser mantida no casting, ela teve assegurado seu cachê de A Fazenda (estimado em R$ 25 mil, segundo fontes ouvidas pelo Notícias da TV) e mais uma remuneração mensal até o fim de seu vínculo.

Caso o fenômeno Nadja ganhe sobrevida após o fim da atual temporada do reality show de Marcos Mion, a Record não descarta a possibilidade de mantê-la em seu casting e aproveitá-la em algum programa, seja na programação da TV ou para a plataforma de streaming PlayPlus.

Procurada, a Record confirma que não rescindiu o contrato de Nadja e disse que seu vínculo com a emissora acaba em janeiro.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?
Sim, é um programa clássico, só precisa de pautas melhores.
24.20%
Talvez, se trocarem os apresentadores por nomes consagrados.
12.08%
Não, não tem mais relevância alguma.
49.81%
Só se contratarem Fabiola Reipert e chamarem de A Nova Hora da Venenosa.
13.91%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook