Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Projeto Secreto

Há 25 anos, fofoca irritou Marlene Mattos e causou demissão de todas as paquitas

Reprodução/TV Globo

Priscilla Couto, Andrea Sorvetão, Ana Paula Pituxita, Cátia Paganote, Letícia Spiller, Tatiana Maranhão, Xuxa e Roberta Cipriani

Priscilla Couto, Sorvetão, Pituxita, Cátia Paganote, Letícia Spiller, Tatiana Maranhão, Xuxa e Roberta Cipriani

REDAÇÃO

Publicado em 13/4/2020 - 10h13
Atualizado em 13/4/2020 - 10h45

Uma fofoca que deixou Marlene Mattos irritada causou a demissão de todas as paquitas do programa Xuxa Park (1994-2001), em 1995. O episódio traumático foi revelado em lives promovidas por Andréa Sorvetão, que tem movimentado seu Instagram durante a quarentena com vídeos em que relembra os tempos de assistente de palco de Xuxa Menghel. As antigas companheiras revelaram ainda brigas nos bastidores, intrigas e até surto de piolho.

Todo o elenco de paquitas foi substituído pelo grupo que ficou conhecido como New Generation. De acordo com Priscilla Couto, a Catuxita, a mudança drástica só aconteceu porque chegou aos ouvidos da diretora da atração que elas estavam organizando um projeto secreto.

"A gente estava com muita vontade de trabalhar, o terceiro disco não vinha, e começamos a pensar em projetos. Estávamos perdendo espaço. O funk estava bombando e passamos a ficar atrás do You Can Dance no palco", contou ela.

O grupo, então, se inspirou na série Confissões de Adolescente (1994-1996) para bolar uma peça de teatro e um livro em que as paquitas contariam suas histórias de vida. Uma das meninas não aguentou guardar segredo e mandou um telegrama para Marlene Mattos dizendo que que as assistentes de palco criaram um projeto para falar mal dela e de Xuxa.

"Nossas cabeças foram arrancadas de uma hora para outra", contou Cátia Paganote, conhecida na época do programa como Miuxa. "Marlene estava muito rígida nessa fase, pegando pesado. Uma das meninas mandou esse telegrama dizendo que existia o projeto de um livro e da peça, distorcendo tudo", explicou Ana Paula Guimarães, a Catuxa.

As paquitas foram pegas de surpresa com o anúncio da demissão poucos dias antes do último programa que participaram. "O clima foi horrível. Todo fim de ano existia a tensão para saber quem ficava e quem saía. Mas, naquele momento, o susto foi todo mundo ir embora junto", lembrou Roberta Cipriani.

foto: acervo memória globo

Xuxa Meneghel e a diretora-geral Marlene Mattos nos bastidores do Xou da Xuxa (1986-1992)


Brigas, intrigas e piolhos

As conversas com Andrea Sorvetão revelaram também outras curiosidades nada glamurosas, como o fato de muitas delas pegarem piolho das crianças, segundo informou Cátia Paganote.

A fama de carrasca da diretora Marlene Mattos também foi relembrada nos vídeos, inclusive como motivo da saída de Letícia Spiller do grupo. "A gente não fazia coisas para ser humilhada daquela maneira. Ela vinha com muita agressividade", contou Sorvetão. "Letícia quis sair depois que ela voltou de uma suspensão", completou.

"Marlene não sabia falar com a gente e muitas vezes eu ia para casa chorando. Não ia querer aquilo para minha filha", comentou Roberta Cipriani, que não fala com a diretora desde que deixou o programa, na demissão em massa.

A história da quase-paquita Luciana Vendramini também ganhou luz nos últimos dias nas lives. Ana Paula Guimarães, que ficou com a vaga no grupo em 1987, revelou uma intriga da época dos testes.

"O pai dela teve que voltar para São Paulo, e Luciana acabou ficando na minha casa no período de testes. No Carnaval, fui ficar com minha mãe em Macaé, e meu pai levou nós duas na rodoviária, e ela iria para casa dela. Depois, ela veio dizer que foi abandonada na rua sem dinheiro e pediu abrigo na casa da Ângela Mattos [irmã de Marlene Mattos]", relatou.

"Andréa Veiga me disse para acordar porque minha concorrente estava inventando histórias contra mim. Eu tinha certeza de que a Vendramini ia passar. Achava ela mais bonita, mais experiente e tinha uma torcida grande nos bastidores. Quando Xuxa anunciou meu nome como a vencedora, ela começou a chorar, escorregando pela parede, como cena de novela", alfinetou.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?