Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

OS MAIAS

Maria Adelaide Amaral culpa BBB por fracasso de série, mas reality sequer existia

FABIO ROCHA/TV GLOBO

Maria Adelaide Amaral durante posse na Academia Paulista de Letras, em março de 2020

Maria Adelaide Amaral durante posse na Academia Paulista de Letras, em março de 2020; autora detonou BBB

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 1/10/2020 - 1h01

Autora de Os Maias (2001), Maria Adelaide Amaral foi enfática ao afirmar que a minissérie fracassou na audiência da Globo por culpa do Big Brother Brasil. No entanto, no ano em que a produção foi exibida, o reality show nem existia na programação da emissora e estreou somente um ano após a exibição da trama.

Em transmissão ao vivo no canal BrLab, no YouTube, na quarta-feira (30), a dramaturga falou sobre o ofício na televisão. Ao contar sua trajetória profissional, ela relembrou como foi parar no mundo das minisséries.

Segundo ela, após escrever Anjo Mau (1997), foi convidada, juntamente com outros autores, a produzir séries de cunho histórico. Foi quando ela sugeriu A Muralha (2000), e teve um bom resultado na empreitada.

"Foi um estouro de bilheteria [audiência]. É verdade que não tinha o BBB, entrava logo depois da novela das nove. Foi um estouro, um absurdo que surpreendeu a todos", disse sobre a produção que explorou a saga dos bandeirantes rumo ao interior do Brasil.

"A gente faz uma obra acreditando nela, fazendo o seu melhor. Mas você não está fazendo pela audiência. Falei: 'Seja o que Deus quiser'. Foi um estouro", frisou.

Após a boa repercussão do produto, ela teve a oportunidade de criar outra minissérie. "Quando A Muralha terminou, perguntaram o que eu queria fazer. Falei: 'Quero fazer Os Maias'. E deu certo. Certo assim, foi muito sofrido. O resultado de Os Maias é uma obra-prima, mas não foi um sucesso de público", explicou.

"[A série] Entrava muito tarde, já tinha o Big Brother. Era um padrão muito cinematográfico que o Luiz Fernando Carvalho [diretor] imprimiu, que é uma beleza. Mas foi muito sofrido", entregou.

Ao relembrar o fracasso da produção, a autora detonou o reality show na programação da Globo. "Nós éramos chamados o tempo todo para editar. Depois, ele [Carvalho] editou do jeito certo. Mas o processo todo foi muito sofrido. Eles queriam audiência e não dava audiência", relembrou.

"Eles estavam acostumados a ter uma audiência enorme naquele horário. Começaram a jogar [a série] em qualquer horário, como depois do futebol. Era um sofrimento. Você nunca sabia quando entrava no ar", detalhou.

"E tinha essa merda do Big Brother, que eu sei que dá dinheiro para eles. Mas é duro você ver um produto como Os Maias entrar depois do Big Brother", admitiu.

A questão é que Os Maias foi exibida de 9 de janeiro a 24 de março de 2001. De acordo com site Memória Globo, a faixa de horário da atração era 23h. O Big Brother Brasil, por sua vez, estreou um ano depois na programação da Globo, exatamente de 29 de janeiro a 2 de abril de 2002.

Veja transmissão ao vivo com Maria Adelaide Amaral:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?