Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

'O CHORO É LIVRE'

Maju se desculpa ao vivo por declaração sobre lockdown: 'Expressão infeliz'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Maju Coutinho no comando do Jornal Hoje, com a Redação da Globo São Paulo ao fundo

Maju Coutinho na edição desta quinta (18) do Jornal Hoje; âncora explicou declaração sobre lockdown

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 18/3/2021 - 14h48

Criticada nas redes sociais por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, Maju Coutinho usou um espaço do Jornal Hoje nesta quinta-feira (18) para se desculpar por ter usado a expressão "o choro é livre" ao defender o lockdown e as medidas mais restritivas no combate à Covid-19. De acordo com a jornalista, o termo foi infeliz e ela entende os problemas enfrentados por pequenos e médios empresários.

"Anteontem [16], para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei no improviso uma expressão infeliz, que precisava de um complemento para deixar bem claro o que eu queria dizer. Eu falei o seguinte: 'o choro é livre'. Quis dizer que, por mais amargas que sejam as medidas de isolamento, elas são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde", se explicou ela.

Na sequência, a âncora do Jornal Hoje disse que entende perfeitamente a dor dos pequenos e médios empresários que são obrigados a manter os negócios fechados.

"E você [telespectador] é testemunha de que ontem [17] mesmo a gente exibiu aqui uma longa reportagem sobre o assunto, e ao final dela eu disse assim: 'desejo também agilidade do governo e do Congresso para atender aos empresários e também as famílias que estão aguardando o auxílio emergencial'", relembrou Maju Coutinho.

Na quarta-feira (17), a jornalista e a Globo estiveram entre os assuntos mais comentados do Twitter, depois que usuários conservadores da rede social passaram a atacá-la.

Na lógica desses seguidores, em sua grande maioria apoiadores de Jair Bolsonaro, ao dizer que o "choro é livre", a apresentadora foi desumana e não demonstrou empatia para com os trabalhadores que perderam empregos e passam por dificuldades financeiras diante da crise econômica no país, agravada pelas medidas de distanciamento social.

Depois de explicar o desejo para que o governo atenda as necessidades de pessoas que precisam de auxílio e incentivos, Maju encerrou as justificativas para rebater as críticas: "Me desculpo pela expressão que eu usei anteontem. Vamos nessa, bola pra frente".


Leia também

Web Stories

+
Harmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13Vereda Tropical no Globoplay: Veja por onde andam cinco atores sumidos da novela

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do elenco de A Fazenda 13?