Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

REVOLTA

Leandra Leal detona Jair Bolsonaro: 'Como é que a gente deixou ser eleito presidente?'

Reprodução/TV Globo

Leandra Leal tem expressão de revolta no cenário do Altas Horas

Leandra Leal se revoltou ao falar sobre Jair Bolsonaro no Altas Horas de sábado (26)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 27/6/2021 - 9h03

Conhecida por seu engajamento político e defesa de causas sociais, Leandra Leal não se conteve e detonou Jair Bolsonaro durante sua participação no Altas Horas deste sábado (26). A atriz falou que a sociedade precisa fazer uma autocrítica sobre seu comportamento no pleito presidencial de 2018. "Olha o que a gente está passando agora. Como é que a gente deixou o Bolsonaro ser eleito presidente?", disparou.

"Como? Ele já falava sobre preconceito, ele já destilava o seu ódio, ele já falava sobre homofobia, ele já espalhava fake news", continuou a intérprete de Cristina na reprise de Império, que citou um famoso editorial do jornal O Estado de S. Paulo sobre a eleição. "Não foi uma escolha difícil. Quem se permitiu achar que era uma escolha difícil relativizou o preconceito, a homofobia, o racismo. Porque tudo isso já estava na fala dele."

"O desprezo que ele tem pelas pessoas agora, a falta de empatia, [a maneira] como ele imita uma pessoa faltando ar... Ele já tinha isso no seu discurso, ele já tinha isso na sua prática. A gente não pode agora, nas eleições do ano que vem, ficar desatento a isso, achar que não, que isso é piada. Não é piada, preconceito não é piada. É sério!", continuou a atriz.

Olha o que a gente está passando. A gente está passando por uma pandemia, mas tem inúmeras outras injustiças que a gente pode continuar passando no nosso país. E eu espero muito que essa seja uma lição desse momento. Todos nós precisamos votar com consciência, ouvindo, escutando o que a pessoa que está candidata àquele cargo está dizendo.

Confira o desabafo:

Nova visão sobre o racismo

Leandra também falou sobre como sua vida mudou com a adoção da filha Júlia, de seis anos. Ter uma menina negra na família alterou a visão da artista sobre racismo --embora ela já se posicionasse contra qualquer tipo de preconceito.

"Eu sempre me considerei uma pessoa superconsciente, ativista nisso, mas é óbvio que ser mãe de uma menina negra muda completamente minha percepção e meu sentimento, né? É algo que eu não consigo sentir por ela, mas eu posso estar na luta com ela. É algo que é uma das minhas bandeiras agora e que eu acho que, na verdade, deveria ser uma bandeira de toda a sociedade."

Tem uma coisa que eu faço muito com a minha filha, que é localizar o racismo e o machismo. Para que ela não confunda que isso é com ela. Acho que realmente é um trabalho elevar a autoestima dela, e eu me dedico, mas é muito importante que ela desde cedo tenha consciência de que essas forças existem na sociedade, para que ela não ache que isso é com ela, que é um problema dela. Não, isso é um problema da sociedade e estamos aqui para mudar isso.

A atriz também falou sobre a importância de se discutir a adoção e abraçar famílias que optam por esse processo. "Eu tenho começado a falar mais sobre isso, algo que eu não falava muito. Mas agora, com a Júlia, eu vejo o quanto é importante que eu fale sobre isso e normalize famílias que encontraram na adoção a sua forma de filiação. Porque é algo que eu recebo muitas falas preconceituosas e sem informação, de pessoas que não se informam sobre isso e têm uma visão ainda muito preconceituosa sobre a adoção. Eu ouço, por exemplo: 'Quando é que você vai ter o seu?'", encerrou Leandra.

Veja fotos de Leandra Leal com a filha Júlia:


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Bolsonaro virou chacota na Globo! Nos Tempos do Imperador coleciona indiretasMitomaníaco, sem noção ou exibido? 5 vezes que Gui Araujo falou demais em A FazendaDe vendedor de pastéis a diretor de cinema: Por onde anda o elenco de Malhação 2008?Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabia

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas