Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

AUDIÊNCIAS

Hora da Venenosa já soma mais de 5 mil minutos à frente do Vídeo Show

REPRODUÇÃO/RECORD TV

Fabíola Reipert comanda o quadro A Hora da Venenosa, no Balanço Geral SP, da Record - REPRODUÇÃO/RECORD TV

Fabíola Reipert comanda o quadro A Hora da Venenosa, no Balanço Geral SP, da Record

REDAÇÃO

Publicado em 5/10/2018 - 5h46

A Hora da Venenosa, quadro de fofocas exibido no Balanço Geral SP, da Record, já acumula 5.703 minutos na liderança do Ibope na Grande São Paulo, somente em 2018. Em setembro, foi líder na média mensal, superando o Vídeo Show, da Globo, pelo segundo mês consecutivo.

A atração comandada por Fabíola Reipert, Reinaldo Gottino, Renato Lombardi e pela simpática Cobra Judite fechou o mês com 9,8 pontos de média, contra 8,4 do programa de Sophia Abrahão. O SBT, terceiro colocado no horário, registrou 7,3.

A audiência do quadro de fofocas ajudou a impulsionar a média final do jornal policial, que encerrou o mês de setembro em segundo lugar, com 8,1 pontos.

Considerada a maior pedra no sapato da Globo, A Hora da Venenosa fez a concorrente promover duas grandes reformulações somente neste ano.

Com a saída de Otaviano Costa, a direção decidiu promover as ex-BBBs Fernanda Keula, Vivian Amorim e Ana Clara a apresentadoras e reforçou o time de reportagem com o ator Felipe Titto. As mudanças não foram bem digeridas pelo público, e a audiência despencou.

A Globo, então, decidiu trazer novos reforços e abriu espaço para o humor. Contratou Márvio Lúcio (o Carioca) e Maurício Meirelles, egressos do extinto Pânico na Band, e o youtuber Matheus Mazzafera, mas até o momento não conseguiram alterar o cenário desesperador.

Recentemente, o Vídeo Show bateu um recorde negativo. No dia 29 de setembro, registrou 6,9 pontos na Grande São Paulo, deixando a Globo atrás da Record e do SBT. Este foi o seu pior resultado em quatro anos.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?