Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FRASE SOBRE VACINA

Globo denuncia mentira espalhada para prejudicar a âncora Aline Midlej

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Aline Midlej no comando do Jornal Nacional, da Globo, em outubro de 2021

Aline Midlej é uma das âncoras plantonistas do Jornal Nacional; ela foi alvo de fake news

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/2/2022 - 17h20

Âncora da GloboNews, Aline Midlej virou alvo de uma fake news na última semana. Um print que circulou nas redes sociais e em grupos de mensagens indicava que ela teria dito: "a pessoa morreu [de Covid-19] com as três doses, mas se ela não tivesse tomado nenhuma seria pior". A jornalista, no entanto, nunca disse isso. A Globo saiu em defesa de sua contratada.

Durante o quadro Fato ou Fake no SP1 deste sábado (12), a emissora desmentiu a declaração. Um texto no site G1 também explica o caso e nega que a frase tenha sido falada por Aline.

A âncora é um dos principais nomes da GloboNews atualmente e tem conquistado cada vez mais espaço na TV aberta --no ano passado, ela entrou no rodízio de apresentadores do Jornal Nacional.

Em julho, ela já havia passado a comandar o Jornal das 10, o principal telejornal da programação do canal de notícias. Com passagens por Band e Record, a jornalista está na Globo desde 2016 e também comandou a Edição das 10.

Veja abaixo a nota da Globo para defender Aline:

"Aline Midlej não mencionou a frase atribuída a ela. A TV Globo nega que tal declaração tenha sido proferida. A declaração não é encontrada em nenhum vídeo da GloboNews e da TV Globo. Uma busca pela íntegra apontada na mensagem falsa em motores de busca não revela resultado que aponte tal conteúdo. Também não é possível encontrar a alegação nas redes sociais verificadas de Midlej".


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.