Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

BEL SANT'ANNA

Ex-The Voice Kids critica reality por crueldade com crianças: 'Imoral'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A participante do The Voice Kids Bel Sant'Anna cantando no reality em 2019

Bel Sant'Anna no The Voice Kids em 2019; ex-participante compartilhou um desabafo sobre o reality

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 6/10/2020 - 9h54

Participante do The Voice Kids em 2019, Bel Sant'Anna criticou o reality por achá-lo cruel com crianças. Em suas redes sociais, a adolescente de 15 anos explicou que a experiência no programa da Globo foi muito traumática. "Colocar crianças para competirem entre si, para mim, soa imoral", desabafou ela.

Em seu perfil no Twitter, a jovem revelou alguns bastidores da atração. Ela foi escolhida para integrar o time de Simone e Simaria, mas acabou eliminada na fase de batalhas da competição.

"Eu sei que ninguém liga, e vocês podem até achar que eu tô cuspindo no prato em que eu comi, mas na minha opinião The Voice Kids deveria ser proibido. Não só porque as crianças estão sendo usadas pra entretenimento alheio, mas eu já senti na pele como é estar lá e não me fez bem", escreveu Bel na tarde de segunda-feira (5).

"Tava há séculos querendo tuitar isso, meu Deus. Gente, calma, ninguém abusou de mim ou coisa do tipo, me trataram muito bem em vários aspectos, o que eu tô falando é sobre a mecânica do programa. Vou explicar", ressaltou a cantora amadora.

Em seguida, Bel comentou que o formato do The Voice nasceu na Holanda, mas que o sucesso o fez se espalhar por muitos lugares. "No entanto, não havia um The Voice Kids. Não sei dizer onde o formato infantil começou a se disseminar, mas em certo ponto da história aconteceu e virou uma febre em vários países", disse.

"Acontece que quando se colocam crianças para competirem entre si em prol do entretenimento alheio, já passa a ser algo duvidoso. Tenho que dizer que na época que eu fui (com 13 anos), a perspectiva de fazer parte disso era fantástica. Na minha cabeça, era tudo as mil maravilhas", relembrou a garota.

Impactos pessoais

"A experiência em si foi boa considerando as amizades que eu fiz durante o processo. Mas eu não tinha preparo psicológico e muito menos emocional para enfrentar um baque daqueles. Podem dizer que eu só 'não sei perder' porque foi isso que eu achei por muito tempo", completou. 

Bel também explicou como ter sido eliminada durante as primeiras dinâmicas afetou a forma como ela se enxergava e a afastou de sua paixão musical. 

"Fui desqualificada nas batalhas e eu perdi toda a minha autoestima. Tudo o que fazia eu querer cantar. Toda a mágica que a música tinha pra mim foi embora porque eu pensava que não era boa o suficiente pra continuar. Alguém lá dentro me designou ruim demais para seguir no show", confessou. 

"Eu passei um ano inteiro parada sem tocar no meu piano, sem aquecer a voz, sem cantar no chuveiro. Quem me acompanhou nas redes sociais percebeu que eu fiquei um longo período de tempo sem postar nada, e a situação aqui em casa não ajudava pois meus pais queriam me forçar a voltar a cantar", lamentou.

Para tentar superar a fase ruim, a ex-pupila de Simone e Simaria procurou ajuda médica e ressaltou que as psicólogas da Globo, contratadas para auxiliarem as crianças durante o processo do reality, não prestaram uma ajuda efetiva.

"Até hoje tenho muita insegurança relação a tudo o que eu faço com música por causa disso e ainda trabalho com a terapeuta. Não me levem a mal, psicólogas que ficavam lá para nós, mas vocês estavam mais para babás do que para psicólogas realmente. Não falaram nada tranquilizante, só respostas padrões que vocês provavelmente usaram com as crianças antes da gente", criticou Bel.

Desabafo

"Enfim, colocar crianças para competirem entre si, para mim, soa imoral. Vocês não têm noção do quanto partia o meu coração ver as crianças voltando do estúdio pro hotel chorando porque não haviam passado", declarou. 

"Gente, eu não quero atacar o programa nem nada, tá? É só um relato, ninguém precisa se doer por isso não. Outra coisa: não tô desdenhando da oportunidade que recebi. Só estou apontando alguns fatos, mas sou muito grata pela abertura de portas que o programa me proporcionou, mesmo eu não tendo energia para atravessá-las e agarrar as oportunidades", afirmou.

Na manhã desta terça (6), Bel Sant'Anna ficou assustada com a repercussão do desabafo que já passou de mais de 33 mil curtidas, dois mil compartilhamentos e quase mil retuítes com comentários.

"Socorro, parem de curtir isso aqui, vai que tinha uma cláusula no contrato que dizia que eu não podia falar mal dele, meu Deus", temeu a moradora de Florianópolis, Santa Catarina.  

Confira o desabafo de Bel Sant'Anna no Twitter: 

Veja a audição de Bel Sant'Anna no The Voice Kids em 2019:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?