Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ÓDIO BARRADO

Com engajamento pelo amor, A Fazenda 12 exclui plantas da disputa

REPRODUÇÃO/RECORD

Montagem de fotos com JP Gadêlha, Rodrigo Moraes e Fernandinho Beat Box em noites de eliminação em A Fazenda 12

JP Gadêlha, Rodrigo Moraes e Fernandinho Beat Box ficaram mais apagados e saíram de A Fazenda 12

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 6/10/2020 - 7h10

Os realities com votação popular podem atrair dois tipos de engajamento: pelo ódio, como acontece no Big Brother Brasil, em que as escolhas são para eliminar; ou pelo amor, sistema adotado em A Fazenda 12, que pede para os telespectadores definirem quem deve ficar. O lado positivo do formato do programa da Record é que os participantes inexpressivos para o jogo são excluídos mais cedo da disputa.

A lista de eliminações da atual edição exemplifica isso. Até o momento, o público "amou menos" Fernandinho Beat Box, JP Gadêlha e Rodrigo Moraes, dando preferência para manter na casa famosos como Raissa Barbosa (a única que já voltou de duas roças), Biel, Lidi Lisboa, Luiza Ambiel e Lucas Strabko, o Cartolouco.

Apesar de A Fazenda ter o voto para ficar desde a sexta temporada, em 2013, uma mudança no sistema de formação da berlinda para este ano permitiu que os competidores que se mostram pouco para o público tivessem mais chances de sair.

Até o ano passado, três peões eram colocados na roça durante a votação --um deles voltava como fazendeiro, e apenas dois entravam na disputa pela escolha dos telespectadores. Com isso, os participantes mais "odiados", mesmo aqueles com potencial de protagonistas, se davam mal com a união de torcidas e eram eliminados de forma precoce.

Em A Fazenda 12, o amor vence o ódio. Afinal, como o telespectador interessado em eliminar Biel, por exemplo, vai conseguir tirar o funkeiro do jogo se existem outros dois peões na berlinda? A saída é escolher um favorito para amar (salvar) e torcer para que o mais odiado não tenha uma torcida tão engajada.

Até os confinados rejeitados por parte considerável dos votantes, casos do próprio Biel ou de Cartolouco e Luiza Ambiel, conseguem se manter por também terem a preferência de uma outra parcela importante do público. Já os que ficam escondidos no jogo sofrem mais para ter apoio.

Raissa é um exemplo de quem conseguiu se mostrar na casa e se salvar pelo sistema de votação. Pouco conhecida do grande público antes de entrar no reality, a peoa não fugiu das tretas no confinamento, protagonizou discussões, rivalizou com o grupo "guris da baia" e se revelou para a audiência. Como resultado, virou alvo dos peões, mas também ganhou torcida.

Na roça da semana passada, caso a pergunta fosse "quem você quer que saia?", a disputa seria entre Raissa e Biel, e Rodrigo ficaria praticamente esquecido, ganhando ao menos mais uma semana de permanência na casa.

Com o formato do "quem você quer que fique?", a modelo foi escolhida por 41,64% dos votantes, enquanto o funkeiro teve 32,73% de aprovação, e o ator recebeu apenas 25,63% dos votos. Durante o programa, Marcos Mion informou que essa votação bateu recorde na história do reality, com até 50 mil votos por segundo. Ou seja, o amor pode engajar tanto quanto o ódio.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com análises sobre o reality show A Fazenda 12.


Últimas de A Fazenda 12

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?