SEAN SPICER

Ex-porta-voz de Trump faz Dança dos Famosos gringa e irrita até apresentador

Reprodução/YouTube

Sean Spicer durante conversa com imprensa na época que era secretário de Comunicação de Donald Trump - Reprodução/YouTube

Sean Spicer durante conversa com imprensa na época que era secretário de Comunicação de Donald Trump

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 21/08/2019, às 13h56

O Dancing With the Stars, a Dança dos Famosos norte-americana, anunciou na manhã desta quarta (21) o elenco de sua 28ª temporada, que estreia em 16 de setembro na rede ABC. Uma revelação, no entanto, não caiu bem entre o público: Sean Spicer, ex-secretário de Comunicação do presidente Donald Trump, vai tentar sua sorte na pista. Até o apresentador do reality, Tom Bergeron, reclamou da escalação.

"Há alguns meses, eu almocei com o novo produtor-executivo do Dancing With the Stars e ofereci algumas sugestões para a nova temporada. A mais importante delas era que o programa fosse um respiro de alegria em meio ao clima político tenso que desgasta o país, e que não tivesse nenhum competidor afiliado a qualquer partido, porque isso poderia dividir e irritar o público. Saí desse almoço convencido de que tínhamos um acordo", começou a explicar Bergeron em seu perfil no Twitter.

"Agora, me parece óbvio que, como costuma-se dizer em Hollywood, eles decidiram 'seguir uma direção diferente'. É um direito dos produtores, em parceria com a emissora, fazer decisões que eles sentem que serão melhores para o futuro da franquia. Nós podemos não estar em acordo, como de fato não estamos, mas no fim das contas a decisão é deles. Então eu vou deixar que eles respondam a qualquer pergunta sobre essas decisões."

"Como apresentador, eu sempre olho para a câmera e imagino vocês do outro lado, procurando um período de duas horas em que pode fugir dos problemas da vida. É uma ligação, e uma responsabilidade, que eu levo muito a sério, mesmo que às vezes eu faça algumas piadas de tiozão."

"Espero que, quando eu olhar para as câmeras novamente em 16 de setembro, você possa estar olhando de volta e possa aproveitar os dançarinos carismáticos, os juízes imprevisíveis e o charme kitsch que define o Dancing desde 2005", encerrou.

Tom Bergeron criticou escalação de Spicer (Foto: ABC)

A revolta de Bergeron é justificada: ele é o único nome envolvido com o programa desde sua estreia, há 14 anos, e por causa disso virou sinônimo da franquia. Também recebeu 11 indicações ao Emmy por seu trabalho no reality, e levou uma estatueta.

Após o anúncio de que Spicer participaria da nova temporada, ele passou a ser cobrado por fãs que não gostaram da novidade. E decidiu não aceitar as cobranças calado.

Mas a sinceridade do apresentador surpreendeu seus seguidores. Ele é, afinal, o grande rosto do reality show --tal qual Faustão na Dança dos Famosos ou Xuxa no Dancing Brasil. Seria como se Fausto Silva decidisse criticar a escalação de Kaysar Dadour para a atual temporada da competição, apenas por ele ter feito o Big Brother.

Bergeron não foi o único famoso a criticar a escalação do ex-porta-voz. Bill Prady, que criou The Big Bang Theory (2007-2019) com Chuck Lorre, também foi honesto com seu descontentamento. "Sean Spicer mentiu várias vezes para o povo norte-americano e literalmente defendeu Hitler [1889-1945]. Mas a ABC só quer saber: 'Será que ele sabe dançar o foxtrote? Sintonizem para saber!", provocou.

Críticas no Big Brother

No ano passado, outra ex-assessora de Trump foi escalada para um reality show. A consultora política Omarosa Manigault, que trabalhou como assessora de Donald Trump em 2017, foi uma das estrelas da primeira temporada do Celebrity Big Brother.

Questionada pelos colegas de confinamento, ela foi bastante objetiva ao dizer que nunca mais toparia votar no atual presidente. "Nunca mais, nem em um milhão de anos", resumiu ela, aos prantos.

No dia seguinte, ela mostrou arrependimento de ter feito parte do governo. "Os dois últimos anos foram muito difíceis. Eu fui tão leal a um homem [Trump] que não percebi que a minha lealdade me custou a amizade de cem pessoas", disse.

Na sequência, o apresentador perguntou: "Você acha que devemos ter medo?". Omarosa, às lágrimas, apenas balançou a cabeça positivamente. "Não, por favor. Eu preciso que você negue, que diga que vamos ficar bem", implorou o fofoqueiro Ross Matthews. "Não passo fazer isso", concluiu a assessora.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que destino Fabiana deve ter em A Dona do Pedaço?
Morrer, essa aí é tão mau-caráter que não tem salvação
15.22%
Ir para a cadeia e pagar por todas as maldades que cometeu
42.85%
Virar boazinha e ajudar Maria da Paz a derrotar Josiane
13.41%
Voltar para o convento de onde nunca deveria ter saído
28.52%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook