Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LUTO

Ex-editor do Jornal Nacional e Globo Repórter, Washington Novaes morre aos 86 anos

Reprodução/TV Anhanguera

Washington Novaes de terno cinza listrado, cabelo e barba grisalhos

Ex-editor do Jornal Nacional e Globo Repórter Washington Novaes morreu por complicações de tumor no intestino

REDAÇÃO

Publicado em 25/8/2020 - 10h12

Morreu, na última segunda-feira (24), aos 86 anos de idade, o ex-editor do Jornal Nacional e Globo Repórter Washington Novaes. O jornalista não resistiu às complicações após uma cirurgia para a retirada de um tumor no intestino. Pedro Novaes, filho do comunicador, contou que ele estava internado em Aparecida de Goiânia, em Goiás.

O cineasta contou que Novaes descobriu o tumor em março deste ano. Devido ao fato de o tratamento ser apenas cirúrgico, ele foi operado na quinta-feira (20) e estava na UTI desde então. Porém, o quadro se agravou no domingo (23), por causa a uma infecção decorrente da operação e problema no fígado.

Washington Novaes foi um dos primeiros jornalistas do país a se dedicar a questões ambientais e indígenas. Ele recebeu prêmios, como o Esso especial de Ecologia e Meio Ambiente (1992) e o Professor Azevedo Netto (2004).

Ao G1, Pedro Novaes lamentou a partida do pai. "Que a gente possa lembrar dele como essa referência, tanto como pai, quanto como jornalista: absurdamente generoso e indignado. E que o exemplo dele nos ajude a superar essa tragédia política, sanitária, ambiental e social que estamos vivendo", escreveu em nota.

Em 1976, Washington Novaes integrou o time de diretores do Domingo Gente, programa de entrevistas e reportagens. Já em 1981, ele dirigiu o documentário "Amazonas, a Pátria da Água", exibido pelo Globo Repórter. O programa ganhou medalha de prata no Festival de Cinema e Televisão de Nova York, em 1982.

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.