FUTEBOL RAIZ

DAZN entra no futebol nacional e compra Série C do Campeonato Brasileiro

SAMARA MIRANDA/REMO

Remo e Paysandu fazem clássico paraense; clubes irão se enfrentar na Série C, comprada pelo DAZN - SAMARA MIRANDA/REMO

Remo e Paysandu fazem clássico paraense; clubes irão se enfrentar na Série C, comprada pelo DAZN

GABRIEL VAQUER - Publicado em 14/04/2019, às 07h07

O DAZN, plataforma de streaming que quer ser uma Netflix do esporte, adquiriu os direitos de transmissão da Série C do Campeonato Brasileiro, a terceira divisão do futebol nacional. O acordo foi firmado na semana passada junto à CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

O DAZN (pronuncia-se "dazon") vai desembolsar R$ 20 milhões, que irão financiar parte da realização do torneio. Uma parcela desse valor também será rateado igualitariamente entre os 20 clubes da Série C.

O DAZN comprou os direitos para todas as mídias (TV aberta, TV por assinatura e internet). O serviço de streaming não deve exibir o torneio sozinho. Atendendo a um pedido da CBF, procura um canal de TV que exiba os jogos na TV paga. O Fox Sports foi o primeiro consultado.

Até o ano passado, o Esporte Interativo exibia os jogos na TV paga com certa repercussão, mas o evento foi descartado pela Turner quando o canal linear de sua marca esportiva foi extinto, em agosto --o que deixou a edição de 2018 incompleta na TV.

A Série C do ano passado foi concluída pela CBF TV, que exibiu os jogos mata-mata da competição com muito sucesso. Partidas de fases agudas chegaram a ter mais de 500 mil visualizações, um índice alto para web. O DAZN viu uma oportunidade de mercado e decidiu investir.

É o primeiro evento nacional comprado pela plataforma. Até aqui, o DAZN só têm em seu portfólio eventos internacionais, como a Copa Sul-Americana, o Campeonato Italiano, e a Copa da Inglaterra, além de eventos de tênis feminino. 

Planos ambiciosos 

Com a ambição de se tornar uma Netflix do esporte, comprando os melhores eventos possíveis, o DAZN é uma empresa do Peform Group. A marca está em vários países, como Espanha e Estados Unidos.

A plataforma tem Neymar e Cristiano Ronaldo como garotos-propaganda. Chegou ao Brasil no fim do ano passado e ainda está em fase de testes, transmitindo eventos em suas contas oficiais no YouTube e no Facebook.

A empresa também tem um contrato com a RedeTV! pelo sublicenciamento dos direitos da Copa Sul-Americana e do Campeonato Italiano, em troca de publicidade gratuita em TV aberta e de um valor em dinheiro. A parceria tem dado certo --em fevereiro, a RedeTV! ficou em primeiro lugar durante 14 minutos com Racing x Corinthians.

Uma estrutura está sendo montada, com a contratação de executivos e pessoal. Já trabalham para o serviço nomes conhecidos do mercado esportivo, como Dudu Monsanto, ex-ESPN, e Andrei Kampff, ex-Globo.

Na semana passada, a empresa divulgou que vai sortear internautas para testar o aplicativo oficial, que ainda não tem data prevista para estreia oficial no Brasil. A assinatura mensal deve custar cerca de R$ 45.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que reality show você pretende assistir agora?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook