Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

AGORA NÃO É MAIS DOMINGO

Datena só funciona em policialescos? Relembre fracassos do apresentador na Band

IMAGENS: REPRODUÇÃO/BAND

José Luiz Datena no comando do policialesco Brasil Urgente: apresentador não repete sucesso em outros formatos - IMAGENS: REPRODUÇÃO/BAND

José Luiz Datena no comando do policialesco Brasil Urgente: apresentador não repete sucesso em outros formatos

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 6/1/2019 - 5h41

Este será o primeiro domingo desde julho de 2018 sem a presença de José Luiz Datena na tela da Band. O programa dominical foi cancelado na última semana, e a sua equipe acabou demitida. "Se até agora não deu certo, é por incompetência minha. Estou chateado e chocado", disse o comandante do Brasil Urgente na quinta (4), dia em que as demissões aconteceram. Mas por que Datena só funciona em policialescos?

O Agora É Domingo não foi a primeira tentativa fracassada do comunicador de 61 anos de migrar do jornalismo policial para outro segmento. Ele nunca escondeu que está cansado do formato e tem buscado algo diferente para mostrar versatilidade e descansar a cabeça. Já teve uma atração de viagens pelo interior do Brasil, tentou um game show e foi para o esporte: as empreitadas não tiveram vida muito longa.

Mesmo quando oferece outros formatos fora do policial, a Band não abre mão de Datena à frente do Brasil Urgente. Com 3 horas e 20 minutos diários no ar, a atração marca entre 4 e 6 pontos de média na Grande São Paulo. É sempre uma das maiores audiências da emissora. Enquanto esteve no dominical, Datena fazia o policialesco durante alguns dias da semana; o filho Joel o substituía nos outros. 

Mesmo o Agora É Domingo, que começou com a ideia de ser focado no entretenimento, acabou ganhando toques jornalísticos com o passar do tempo. Em maio, por exemplo, a atração bateu recorde de audiência ao transformar o programa de auditório em um Brasil Urgente. Mas o número de telespectadores não se manteve nas outras semanas. 

A Band aproveita a imagem popular de José Luiz Datena para suas grandes coberturas jornalísticas. No dia 1º, foi ele quem comandou a transmissão da posse do presidente Jair Bolsonaro. Também esteve à frente da apuração das eleições. 

Quando era detentora dos direitos de exibição de grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, a emissora escalava Datena para fazer as vezes de narrador. Em 2016, ele transmitiu os Jogos Olímpicos, disputados no Rio de Janeiro, e a Eurocopa, que aconteceu na França. Dois anos antes, havia feito a locução de jogos da Copa do Mundo do Brasil pela Band e pelo Bandsports.  

O narrador Datena e o comentarista Neto durante transmissão da Copa do Mundo em 2014

Programas de vida curta
Em 2006, José Luiz Datena teve a sua primeira empreitada fora do jornalismo policial na Band. Ele passou a comandar também o No Coração do Brasil. Feito todo em externas, o programa exibido nas noites de sábado mostrava os costumes e curiosidades de diferentes lugares do país. Foi encerrado em 2009. 

No mesmo ano, o apresentador assumiu o jornal matinal São Paulo Acontece, que era focado em futebol. Ficou até 2011, quando saiu da Band para uma passagem relâmpago pela Record. Ao retornar para a emissora de Johnny Saad, deixou que Neto continuasse no comando do esportivo e ficou somente com o Brasil Urgente. 

Depois disso, Datena se aventurou no Quem Fica em Pé?, um game show que estreou em abril de 2012. No jogo de perguntas e respostas, exibido de segunda a sexta e inspirado em um formato norte-americano, o participante que era eliminado caía em um buraco, e o vencedor era aquele que conseguia "ficar em pé" até o fim. 

Mesmo sem a audiência esperada, o game foi renovado para uma segunda temporada, que começou em setembro de 2013. Mas deixou de ser diário: virou semanal, no domingo à noite. Foi encerrado definitivamente três meses depois. 

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?