Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO BRASIL URGENTE

Datena manda recado ao vivo para Simão Scholz, editor-chefe demitido pela Band

REPRODUÇÃO/BAND

José Luiz Datena no estúdio do Brasil Urgente, da Band, na edição desta terça-feira (5)

José Luiz Datena na edição desta terça (5) do Brasil Urgente; ele se despediu de colega demitido

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 5/1/2021 - 17h50

A Band demitiu Simão Scholz, que ocupava o cargo de editor-chefe do Brasil Urgente há três anos. A informação foi dada pelo próprio apresentador da atração, José Luiz Datena, que abriu o programa desta terça-feira (5) com uma mensagem de agradecimento ao ex-colega de trabalho. O comunicador apontou a crise no mercado como o motivo do desligamento.

"Nós estamos vivendo um momento muito difícil, um momento lamentável em todas as empresas do mundo e do Brasil. Com isso, a gente está perdendo companheiros todos os dias. Quando não perde para a Covid-19 no campo da patologia, a gente perde no campo de trabalho. Ontem [4], nos deixou aqui o nosso querido Simão, que durante muito tempo foi diretor-executivo desse programa", começou o jornalista.

O Notícias da TV apurou que Simão ainda não assinou os papéis da demissão. Os telespectadores do Brasil Urgente já estavam habituados com o nome do editor-chefe, citado por Datena antes do famoso pedido de "põe na tela".

Essa foi a terceira passagem de Simão pela Band nos últimos dez anos. Ele trabalhou na emissora entre os anos de 2010 e 2011; voltou e ficou entre 2014 e 2017, quando saiu depois de uma discussão com o próprio Datena. Ele passou por SBT, Record e estava como chefe do Brasil Urgente desde janeiro de 2018. 

"Eu quero agradecer publicamente ao Simão por tudo o que ele fez pelo Brasil Urgente nesse tempo todo que ele ficou aqui. Na primeira, eu vim da Record e foi um sucesso de 14, 12 pontos de média [de audiência] por dia. O Simão já era o diretor", disse o apresentador.

Simão Scholz de máscara nos bastidores do Brasil Urgente, na Band (Foto: Reprodução/Linkedin)

"Depois ele saiu, viveu outra etapa em outro lugar. Voltou, e o Brasil Urgente continuou fazendo sucesso tendo o Simão como diretor-executivo. Para ele, o meu carinho, os meus agradecimentos e a minha amizade eternos. O que o Simão fez por mim, pelo Brasil Urgente e pela Band jamais será esquecido", enfatizou Datena.

O apresentador demonstrou emoção ao falar do ex-diretor do programa policial e o chamou de amigo: "Esse é um recado de coração, verdadeiro, honesto e sincero. Eu sou assim. Quando eu não gosto e o cara vai embora, eu dou graças a Deus. Quando eu gosto, eu sinto falta e confesso que já estou sentindo falta, muita falta mesmo do Simão".

"Além de um extraordinário profissional, é um grande amigo. Que o Simão se recoloque no mercado de trabalho. Um abraço, Simão".

Assista à mensagem de Datena abaixo:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.