Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FABIANO CAMBOTA

Comediante acredita que só o humor pode unir o Brasil na quarentena

REPRODUÇÃO/COMEDY CENTRAL BRASIL

O apresentador Fabiano Cambota no programa A Culpa É do Cabral, do Comedy Central Brasil

Fabiano Cambota no A Culpa É do Cabral; apresentador usa humor para manter sanidade mental na quarentena

KELLY MIYASHIRO

Publicado em 22/4/2020 - 5h18

Apresentador do Comedy Central Brasil, Fabiano Cambota acredita que só o humor pode unir os brasileiros que enfrentam a quarentena. "É a única forma de aproximação nesse momento de isolamento social", explica o comediante. Nesta quarta-feira (22), ele apresentará um A Culpa É do Cabral especial para o dia do Descobrimento do Brasil, gravado longe do palco e com cada integrante da trupe na própria residência.

Ao Notícias da TV, o líder do timecomposto por Rafael Portugal, Rodrigo Marques, Thiago Ventura e Nando Viana conta que vê a importância do bom humor para manter a sanidade mental durante este período de combate ao coronavírus (Covid-19), quando a população é orientada a não sair de casa. 

"A comédia hoje é, talvez, o maior elemento de união que exista entre as pessoas isoladas. A chave pra passar por isso de uma forma um pouco mais leve é incrivelmente a minha profissão, que é o humor", exemplifica Cambota.

"Porque se não tiver humor agora, a gente vai ficar doido. Eu olho da minha janela e vejo uma avenida de São Paulo vazia. É um negócio que a gente nunca imaginou que fosse viver, ou que a gente só tinha visto em filme. Se você não tentar ver graça nas coisas, a experiência pode ser muito pior do que já é", completa.

O apresentador ressalta que está ciente da importância de sua profissão para ajudar os telespectadores do programa. "Nós temos uma responsabilidade também. Temos pessoas que nos seguem e nos consomem e nós temos que retribuir de alguma forma, que é fazendo os outros rirem", avalia.

Para o especial que será exibido no Comedy Central a partir das 22h, o grupo gravou cada um de sua respectiva casa, por uma chamada de vídeo coletiva, e também conversou com dois historiadores para especular o que Pedro Álvares Cabral acharia se descobrisse o Brasil no meio de uma pandemia global. 

Apesar da dinâmica ser bem diferente de um programa de auditório gravado com plateia e com risadas reais ao fundo, Cambota acredita que o público irá apreciar a tentativa do conjunto de humoristas.

"Acho que as pessoas vão entender que o que a gente quer é dar um alento, levar um pouco de diversão nesse momento. Para dar um respiro para a gente que está o dia inteiro bombardeado com notícias ruims, com notícias pesadas, muitas informações", compara. 

Devido ao coronavírus, Cambota foi obrigado a adiar as gravações do A Culpa É do Cabral na Estrada, que leva o grupo a viajar por várias cidades. Por enquanto, o público pode aproveitar as sete temporadas disponíveis do Cabral no streaming Amazon Prime Video e no Comedy Central.

Leia também

Web Stories

+
Como Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?