Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FIM DA COMODIDADE

Com Libertadores no SBT e A Fazenda 12 na Record, Globo volta a ter rivais

REPRODUÇÃO/SBT, RECORD E TV GLOBO

Montagem de fotos com Téo José (do SBT), Marcos Mion (da Record) e Cleber Machado (da Globo)

Téo José (do SBT), Marcos Mion (da Record) e Cleber Machado (da Globo): semana movimentada na TV

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 13/9/2020 - 7h20
Atualizado em 13/9/2020 - 16h01

Após passar os últimos seis meses com o domínio absoluto de audiência em todas as faixas horárias do dia, a Globo voltou a enxergar as suas duas principais concorrentes como potenciais rivais --por causa de A Fazenda 12 na Record, a emissora já fez mudanças na grade noturna. Além disso, a partir de quarta-feira (16), disputará o público do futebol com o SBT, que comprou os direitos da Libertadores. Acabou a comodidade para a líder de audiência.

A semana será decisiva para apontar o quanto a Globo pode ter o seu desempenho atingido pelas outras duas emissoras. Os três primeiros programas ao vivo de A Fazenda, exibidos entre terça (8) e quinta (10), já indicaram que a atual temporada despertou o interesse dos telespectadores e gerou repercussão nas redes sociais.

Ao contrário da edição de 2019, que foi um fracasso de audiência, o reality já incomodou a Globo na semana passada e chegou à liderança na Grande São Paulo, principal mercado do país, durante alguns minutos.

Na terça (8), A Fazenda 12 ficou oito minutos em primeiro lugar no confronto com Tapas & Beijos; na quarta (9), o programa dividiu o topo com o Segue o Jogo; na quinta (10), foi líder das 23h43 à 0h01, à frente da série The Good Doctor.

Como resposta, a Globo esticou o Jornal Nacional e empurrou os capítulos de Fina Estampa, que chega ao fim na sexta (18), para acabarem às 23h. A emissora considera que as atrações exibidas logo depois da novela das nove ainda não correm o risco de perder a liderança; sendo assim, o ideal é que fiquem no ar até mais tarde, próximas do fim de A Fazenda, que acaba por volta de meia-noite.

Libertadores no SBT x Brasileirão na Globo

A principal novidade da semana será o embate da Libertadores no SBT com o Brasileirão na Globo. A emissora de Silvio Santos acertou a compra dos direitos de transmissão do campeonato mais importante entre clubes sul-americanos na semana passada.

A competição tinha sido paralisada em março por conta da pandemia. Naquela ocasião, a Globo ainda era dona dos direitos. A emissora tentou renegociar o contrato com a Conmebol durante a paralisação, mas não conseguiu viabilizar um acordo e, por isso, optou por rescindir o contrato.

Incomodada com a atitude da Globo, a entidade começou a procurar parceiros e fechou com o SBT --o jogo de estreia na Grande São Paulo será Bolívar x Palmeiras. No mesmo horário, Corinthians x Bahia, pelo Campeonato Brasileiro, será atração na concorrente.

A tendência é que a Globo permaneça na liderança, mas com números abaixo dos 24,6 pontos de média que a competição nacional registrou nas quartas de 2020. Quem pode se dar bem nessa disputa de duas emissoras com futebol é a Record, a única das três que estará no ar com atrações para quem não quer saber de esporte.

Fato é que a Globo não está na mesma zona de conforto dos últimos meses. Apesar de a emissora continuar em primeiro lugar com folga na média-dia, as novas atrações noturnas das rivais e as movimentações das concorrentes, que estavam bem quietinhas até então, são uma boa notícia para quem se interessa por TV.


Leia também

Web Stories

+
Dia da Luta contra a LGBTfobia: Félix, Ivan e outros personagens que marcaram a TVLançamentos da semana têm Quem Matou Sara? e documentário de Pink; saiba maisDez anos após o fim de Smallville, veja como está o elenco da sérieDe cuidadora de cachorros a musa sertaneja: Como está Juliette fora do BBB21Salve-se Quem Puder: Última semana da reprise tem chantagem, reencontro perigoso e revelação

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você espera dos capítulos inéditos de Salve-se Quem Puder?