Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DESPERDÍCIO DE TALENTO

Cinco programas para tirar Angélica da geladeira da Globo e fazer a festa dos fãs

REPRODUÇÃO/GLOBO

Angélica durante participação no júri da Dança dos Famosos, no domingo (26) - REPRODUÇÃO/GLOBO

Angélica durante participação no júri da Dança dos Famosos, no domingo (26)

GABRIEL PERLINE

Publicado em 28/8/2018 - 6h14

A empolgação do público ao ver Angélica no júri do Dança dos Famosos no domingo (26) fez muitos fãs se perguntarem por quê a apresentadora está na geladeira há quatro meses. Embora o desgastado Estrelas tenha chegado ao fim após 12 anos, a imagem da loira segue em alta, e a audiência pede para que a emissora a coloque logo no comando de alguma atração.

Angélica conseguiu se destacar mais que as mulheres que competiram no reality de dança do programa de Fausto Silva. Aplaudida de pé pela plateia quando foi anunciada, seus comentários sobre os desempenhos das artistas foram bem aceitos pelo público, mesmo nos casos em que ela não atribuiu nota máxima _um clichê entre os jurados.

Nas redes sociais, foram inúmeros os pedidos para que a apresentadora, funcionária da Globo há 22 anos, volte a ter um programa após o fim do Estrelas.

Pensando nisso, o Notícias da TV elaborou uma lista com cinco opções para a Globo aproveitar o talento de Angélica:

FELIPE PANFILLI/AGNEWS

Angélica chegou de táxi ao Globo de Ouro Palco Viva, apresentado por ela em 2014, no Viva

Vou de Táxi
Luciano Huck, marido de Angélica, até tem um quadro com o nome do principal sucesso musical de sua mulher, mas a ideia aqui é diferente. Em vez de pegar anônimos e explorar histórias tristes, como faz o apresentador do Caldeirão do Huck, ela poderia fazer algo nos moldes do fenômeno Carpool Karaoke, quadro apresentado por James Corden na norte-americana CBS.

Ela usaria de sua influência no meio artístico para atrair seus amigos famosos para darem um rolê em um táxi enquanto conversam e cantam.

Angélica também poderia se inspirar em Jerry Seinfeld e copiar seu Comedians in Cars Getting Coffee. Será que ela conseguiria tirar uma onda de famosas a caminho de gravações, ensaios ou, por que não, de um flagrante no marido?

DIVULGAÇÃO/GLOBO

Angélica apresentou as quatro temporadas do reality musical Fama, entre 2002 e 2005

The Voice
Angélica esteve à frente do divertido Fama (2002-2005) e tem experiência e carisma para comandar um reality musical. Colocá-la à frente do The Voice seria ótima uma maneira de renovar a atração e descansar um pouco a imagem de Tiago Leifert, que só neste ano apresentou quatro programas diferentes na Globo _fora os comerciais em que aparece em todos os intervalos.

REPRODUÇÃO/GLOBO

Em novembro de 2016, Angélica apresentou o Vídeo Show ao lado de Luciano Huck

Vídeo Show
Por trabalhar na TV há 31 anos, Angélica entende desse universo e tem uma bagagem incomparavelmente maior do que a de todas as atuais apresentadoras do Vídeo Show juntas. 

Ela, ao contrário de todos do atual elenco, tem experiência como apresentadora, carisma e consegue fazer entrevistas de uma maneira muito mais espontânea que a "veterana" Sophia Abrahão.

DIVULGAÇÃO/GLOBO

Angélica em edição especial do Vídeo Game, levada ao ar em novembro de 2017

Game Show
A Globo tem em mente o lançamento de um novo game show para as noites de quinta-feira, como informou Flávio Ricco, colunista do UOL.

Está aí uma ótima oportunidade para Angélica, que já apresentou diversas atrações nessa linha, como o Passa ou Repassa, no SBT, e o Vídeo Game, da emissora da família Marinho.

REPRODUÇÃO/GLOBO

Angélica como Fada Bela, sua personagem na novela infantil Caça-Talentos (1996-1998)

Novelas
Além de apresentadora, Angélica tem uma boa experiência como atriz, tanto que chegou a protagonizar novelas infantis e séries na Globo, além de ter atuado em diversos filmes.

Que tal a emissora resgatar esse talento da loira e a lançar como protagonista de uma de suas próximas tramas?

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você espera ver na TV em 2021?