Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

70 ANOS DA TV

Band recupera acervo de mais de 160 mil horas para lançar serviço de streaming

ACERVO/BAND

Apresentador Chacrinha de roupa colorida com microfone no cenário da Discoteca do Chacrinha

Chacrinha (1917-1988) na Discoteca do Chacrinha (1957-1988); programa fez história na televisão brasileira

CAIO LUIZ DE CARVALHO, especial para o Notícias da TV

Publicado em 18/9/2020 - 9h08

Há 70 anos, a TV Tupi de São Paulo entrava no ar graças à visão do pioneiro Assis Chateaubriand (1892-1968). Nos anos seguintes, surgiram novos canais, como as TVs Paulista (atual Globo), Record, Excelsior e a primeira fase da Cultura, ainda de propriedade dos Diários Associados. Os primeiros anos não foram fáceis, muito pelo contrário.

Foram, porém, cenário fértil para a expressão da arte e das grandes ideias vindas do rádio --em um meio totalmente ao vivo, já que o VT só chegaria nos anos 1960.

A Band tem o orgulho de ter em seu acervo parte importante da história do Brasil e da TV brasileira. São mais de 160 mil horas de material rico em música, jornalismo, esporte, humor, entretenimento e teledramaturgia produzidos por ela desde maio de 1967. Dessas 160 mil horas, temos 68 mil selecionadas com os melhores momentos da TV brasileira aqui na Band registrados.

Mesmo durante o incêndio em 1969, uma das primeiras coisas que se fez foi protegê-lo. Bravos e apaixonados funcionários enfrentaram as chamas e salvaram, dentre outras, as fitas dos ricos conteúdos dos programas Teatro Cacilda Becker e da própria cerimônia de inauguração.

Sempre pioneira, passamos pela película, quadruplex, BCN, u-matic, as betas analógicas e digitais e, por fim, o HDCam. Além das mídias físicas, as imagens produzidas nos últimos dez anos estão em um servidor que disponibiliza o conteúdo em questão de segundos.

Não só registramos os grandes momentos do Brasil, mas também ajudamos a escrevê-los. No Teatro Bandeirantes, realizamos musicais com Chico Buarque, Elis Regina (1945-1982), Milton Nascimento, Caetano Veloso, Adoniran Barbosa (1910-1982), Rita Lee, Tim Maia (1942-1998) dentre muitos outros.

Produzimos com Pinky Wainer a série Documento, Cara a Cara (1987-1994) com Marília Gabriela, centenas de grandes entrevistas com talentos como Paulo Autran (1922-2007), que nos deixou na década passada. 

ACERVO/BAND

Johnny Saad ao lado do locutor Luciano do Valle em 1991 

Foi na época da censura e do regime militar que "Seu" João Saad (1919-1999) fez da Band o porto seguro de nossos grandes artistas, protegendo-os e abrindo sua programação para eles. A TV Guanabara, por exemplo, foi inaugurada com um programa chamado Caros Amigos (1977), apresentado por Chico Buarque. Conteúdos com valor inestimável para o país.

Na dramaturgia, histórias como Cara a Cara (1979), Meu Pé de Laranja Lima (1980), O Todo-Poderoso (1979), Cavalo Amarelo (1980), Os Adolescentes (1981), o fenômeno Os Imigrantes (1981), de Benedito Ruy Barbosa, e mais recentemente Floribella (2005), Paixões Proibidas (2006), Dance Dance Dance (2007) --sucesso de exportação e primeira novela HD do Brasil.

Além de Perdidos na Noite (1984-1988), Chacrinha (1957-1988), Clube do Bolinha (1974-1984), H com Luciano Huck (1996-2002), Bronco (1987-1990), Crítica e Autocrítica (1981-1993), CQC (2008-2015), A Liga (2010-2016). Tudo passou e passa pela Band, que formou vários e valiosos talentos que hoje fazem sucesso nas nossas diversas emissoras.

No esporte, os títulos da Seleção Brasileira de futebol, basquete e vôlei, as medalhas das Olimpíadas e Jogos Pan-Americanos e até mesmo de modalidades que ainda não eram tão abordadas na TV, como a sinuca. Um rico arquivo com a presença de Pelé, Oscar, Hortência, Piquet, Fittipaldi, João do Pulo (1954-1999), Maguila, Rui Chapéu (1940-2020), todos com a grande voz de Luciano do Valle (1947-2014).

A caminhada pela redemocratização encontrou espaço com a estreia do Canal Livre em 1981. E seguiu com a cobertura dos protestos pelas Diretas.

Temos centenas de horas das manifestações, da votação no Congresso, da eleição e morte de Tancredo Neves (1910-1985), governo Sarney e, é claro, dos primeiros debates eleitorais para presidente da República, que ajudaram o público a conhecer quem poderia ser o primeiro governante eleito de forma direta após 29 anos. Tudo isso permeado pelas históricas entrevistas de Marília Gabriela no Cara a Cara.

Em 53 anos de jornalismo, é difícil não encontrar algo que não tenha sido registrado pelas lentes da Band. Nossos auditórios, seja nos teatros Bandeirantes e Zaccaro ou no Morumbi, receberam milhares de pessoas.

Fausto Silva, Hebe (1929-2012), Chacrinha (1917-1988), Flávio Cavalcanti (1923-1986), Bolinha (1936-1998), J. Silvestre (1922-2000), Blota Junior (1920-1999), Moacyr Franco, Ary Toledo, Sérgio Reis, Luciano Huck, Otaviano Costa, Marcos Mion, Gilberto Barros, Márcia Goldschmidt, Adriane Galisteu, José Luiz Datena e muitos outros divertiram milhões com muita música, jogos e entrevistas.

Atualmente, passamos por um cuidadoso processo de análise desse conteúdo e sua ampliação com a consolidação da transmissão de imagens em nossas rádios.

Pesquisadores do mundo inteiro entram em contato conosco para licenciamento desses tesouros. Ficamos felizes ao ver nosso conteúdo distribuído pelo Band Content enriquecer séries documentais e de ficção de grandes produtoras, ajudando assim no entretenimento e na informação de qualidade além das nossas telas.

Hoje, o Grupo Bandeirantes tem já o canal Arte 1 como modelo de OTT com seu rico conteúdo em todas as plataformas digitais, em streaming e na TV linear, presente em todas as operadoras e hoje com mais de 9,5 milhões de assinantes.

No momento em que o tesouro de nosso acervo está em processo de terminar sua digitalização e organização, a Band aberta está trabalhando 24 horas por dia em parceria com a Vibra no desenvolvimento do Band Play. Toda essa história que vem desde 1967 com a inauguração da TV Bandeirantes Canal 13 está nesse acervo e certamente estará presente em breve no Band Play.

A Band vai sai da pandemia muito mais forte e com muitas novidades.

Confira galeria especial com imagens do acervo da Band:

Band recupera acervo de mais de 160 mil horas

A seguir, três vídeos com material de arquivo que a Band recuperou:


CAIO LUIZ DE CARVALHO é diretor-executivo de Comunicação e Assuntos Corporativos do Grupo Bandeirantes de Comunicação, diretor-executivo do Canal Arte 1 e professor da Fundação Getúlio Vargas


Este texto não reflete necessariamente a opinião do Notícias da TV.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?