Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

JOGOS AO VIVO

Após sucesso em Tóquio, Globo promete cobertura inédita das Paralimpíadas

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Renato Peters com o uniforme da Globo acompanhando o ensaio da Cerimônia de Abertura dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que começa nesta semana

Renato Peters é correspondente da Globo na cobertura dos Jogos Paralímpicos de Tóquio

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 22/8/2021 - 6h35

Após o sucesso de audiência das Olimpíadas de Tóquio, a Globo decidiu fazer uma aposta nos Jogos Paralímpicos, evento esportivo para pessoas com deficiência. Antes restritas ao SporTV, as competições também terão transmissão prevista para a TV aberta. Já o canal esportivo na TV paga vai exibir 100 horas de programação.

O horário da madrugada, é claro, ajuda bastante. Na TV aberta, a Globo promete o noticiário completo das competições, compactos especiais das cerimônias de abertura e de encerramento e as disputas ao vivo das fases semifinal e final do futebol de 5, caso a Seleção Brasileira, que busca o pentacampeonato, esteja na disputa por medalhas. 

A cerimônia de abertura será transmitida em compacto com o narrador Everaldo Marques nesta terça-feira (24), entre 11h30 e 12h. Ele contará com os comentários de Fernando Fernandes e Ádria dos Santos, brasileira com maior número de medalhas paralímpicas --são quatro ouros, oito pratas e um bronze no atletismo.

Para a cobertura no local das competições, a Globo terá Carlos Gil, seu correspondente no Japão, e Renato Peters, repórter conhecido das transmissões esportivas. Pelo menos oito pessoas de produção e conteúdo também foram enviadas a Tóquio para completar a equipe.

SporTV com 100 horas ao vivo

O SporTV promete cobertura robusta. O canal esportivo terá um programa diário durante os Jogos de Tóquio, que irá ao ar no SporTV 2, às 20h45, com apresentação de Flávio Canto. Com a participação de comentaristas e convidados, o Conexão Tóquio, que estreia na segunda (23), abrirá a jornada de transmissões ao vivo do canal, com análises de resultados e informações.

Sem poder enviar narradores e comentaristas por causa da pandemia da Covid-19, a Globo repete o esquema dos Jogos Olímpicos e terá a equipe de transmissão no Brasil. O esporte da emissora terá um time de comentaristas formado por ídolos do esporte paralímpico, como o ex-nadador Clodoaldo Silva, dono de 14 medalhas em Jogos Paralímpicos, e Verônica Hipólito, que subiu duas vezes ao pódio do atletismo na Rio-2016.

A voz dos Jogos Paralímpicos no SporTV será o jovem Sérgio Arenillas. Destaque nas transmissões de skate das Olimpíadas, ele vai narrar os principais esportes, como o futebol de 5. Natália Lara e Everaldo Marques também trabalharão nos eventos ao vivo --Marques vai fazer o futebol de 5 na TV aberta, por exemplo. 

Outro ponto será a transmissão no Globoplay. O assinante da plataforma online terão acesso às transmissões do SporTV e da Globo, resumos diários com os destaques dos Jogos Paralímpicos e, no conteúdo sob demanda, a íntegra das cerimônias de abertura e de encerramento, as conquistas de medalhas pelos atletas brasileiros e as finais.

Além da Globo e do SporTV, a TV Brasil também vai exibir os Jogos Paralímpicos na TV aberta. A emissora do governo federal promete duas horas diárias para todo o Brasil e exibição integral na TV Brasil 2, que está disponível em diversas capitais do Brasil.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Após derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na GloboRenascer no Globoplay: Saiba por onde anda o elenco da novela 28 anos depois

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas