Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VEM AÍ

TV Brasil faz concorrência com a Globo e vai exibir Jogos Paralímpicos de Tóquio

DIVULGAÇÃO/TV BRASIL

Jogador de futebol de 5 da Seleção Brasileira. Ele está com uma venda e joga contra a Argentina, na modalidade adaptada para deficientes visuais

Seleção de Futebol de 5: Jogos Paralímpicos de Tóquio terão TV Brasil e Globo na TV aberta

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 21/8/2021 - 15h16

A EBC (Empresa Brasil de Comunicação), órgão do governo federal que conta com a TV Brasil, comprou os direitos de transmissão dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Com isso, a competição terá uma segunda emissora em TV aberta para ser exibida --algo que não aconteceu nos Jogos Olímpicos deste ano, realizados no mês passado. A Globo é a outra rede.

A informação foi confirmada pela EBC em comunicado. Durante todos os dias de competição, que vão até 5 de setembro, a TV Brasil terá pelo menos duas horas diárias em seu canal principal para a exibição de eventos. A TV Brasil 2, disponível na internet e em algumas cidades, terá uma cobertura mais robusta.

A emissora governamental enviou os repórteres Igor Santos e Rodolpho Rodrigues (cinematográfico), que desembarcam em Tóquio neste domingo (22) para registrar a participação dos atletas olímpicos no Japão. Profissionais experientes, os dois atuaram pela EBC na cobertura da Paralimpíada do Rio em 2016 e dos Jogos Mundiais Militares de 2019.

A TV Brasil tem histórico de apoio ao esporte paralímpico. A emissora exibiu os Jogos do Rio 2016 e é parceira do IPC (Comitê Paralímpico Internacional) de longa data. O negócio pelos direitos de transmissão foi possível porque a Globo não tem exclusividade para TV aberta dos eventos, o que facilita o fato para outras TVs na teoria.

Neste ano, a Paralimpíada conta com 22 modalidades esportivas. Serão 539 competições no total, realizadas em 21 locais da capital japonesa. Entre as novidades, o Comitê Paralímpico Internacional incluiu no programa o parabadminton e o parataekwondo.

As duas modalidades substituem o futebol de 7 e a vela. Voltado aos participantes com deficiências físicas (de mobilidade, amputações, cegueira ou paralisia cerebral) e mentais, a competição terá atletas das mais diversas nações competindo na busca pela sonhada medalha.

Uma potência no esporte, o Brasil contará com 260 atletas, e a expectativa é que fique entre os dez principais colocados. A cerimônia de abertura dos jogos vai acontecer na próxima terça (24), às 8h30 da manhã. A TV Brasil e o SporTV exibem ao vivo. A Globo mostra imagens em compacto das 11h35 às 12h. 


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.