Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

RAFAEL MACHADO

Após dez anos, jornalista troca Record pelo YouTube e fatura com fake news

DIVULGAÇÃO

Rafael Machado em uma de suas últimas reportagens na Record; ele agora ganha a vida como youtuber - DIVULGAÇÃO

Rafael Machado em uma de suas últimas reportagens na Record; ele agora ganha a vida como youtuber

GABRIEL PERLINE

Publicado em 27/5/2019 - 6h17

Após dez anos na Record, Rafael Machado agora ganha a vida desmentindo fake news engraçadas e curiosas no YouTube. Repórter requisitado na emissora, ele era disputado internamente pelos telejornais por conta de sua versatilidade, pois cobria desde celebridades ao "mundo cão" do Cidade Alerta. Mas encontrou um novo caminho após ter um "apagão" no ar e sofrer depressão.

"No YouTube, eu tenho um retorno muito rápido do material que produzo. As pessoas me reconhecem mais na rua por conta dos meus vídeos do que na época em que eu fazia reportagens. Há uns dias, fui na padaria e um rapaz me abordou, elogiando meu trabalho na internet", contou ele ao Notícias da TV.

Seu canal, o Rafael Machado TV, está prestes a atingir a marca de 1 milhão de inscritos. Os vídeos de maior sucesso são os da categoria Viralizou, em que ele explica alguns memes e investiga a veracidade de boatos que circulam nos grupos de WhatsApp e nas redes sociais.

O mais recente, por exemplo, fala sobre um lobisomem brasileiro que teria causado pânico em um dos rincões do país. A criatura foi filmada e espalhada na internet, com a chancela de aberração. Mas Machado usou seu faro de repórter para desvendar o boato e classificar o caso como fake news.

"São coisas curiosas, que a galera quer saber a verdade. E foi justamente este quadro, o Viralizou, que fez o meu canal atrair mais pessoas. O primeiro vídeo eu publiquei em março de 2018. Nessa época, ainda não tinha nem 100 mil inscritos. Hoje, estou caminhando para um milhão", comemorou.

Assista ao vídeo em que Machado desmente o boato do lobisomem brasileiro:

Vida nova

Embora tenha deixado a Record em abril, Rafael Machado já não produzia reportagens desde outubro de 2018. Ele ficou um período em licença médica para tratar depressão. Na última vez em que apareceu no vídeo, no dia 26 daquele mês, teve uma crise de estresse ao vivo e ficou menos de 30 segundos no ar.

Como era bastante versátil, Machado passou a ser escalado para abastecer o noticiário policial da emissora, fazendo entradas frequentes e ao vivo para o Balanço Geral e para o Cidade Alerta.

Ele já não queria mais trabalhar na editoria e chegou a comunicar seus superiores, só que suas reportagens agradavam à chefia e ele não conseguiu trocar de área.

"Eu ainda faço tratamento médico. A depressão não é uma coisa simples, que some do dia para a noite. Por mais que eu apareça sorrindo no meu canal, tirando sarro de algumas coisas, a doença ainda está aqui e se manifesta de diferentes maneiras. Mas o canal no YouTube tem me feito muito feliz e me ajudado a passar por esta fase", avaliou o jornalista.

Hoje com 28 anos, Machado começou a trabalhar na Record aos 18, em uma afiliada do Rio Grande do Sul. Em 2015, foi transferido para a matriz, em São Paulo, e transitou por todos os telejornais, além de fazer reportagens para o extinto Programa do Gugu

"Estou negociando minha volta para a TV, mas para fazer algo diferente, mais ligado ao entretenimento. Ainda não posso dar detalhes, mas tenho conversado com um canal da TV paga", antecipou ele à reportagem.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?