Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ERAM DA CONCORRÊNCIA

Após demissão e afastamentos, Globo contrata dois reforços para o Esporte

REPRODUÇÃO/FOX SPORTS/ESPN

O ex-Fox Sports Juliano Lima e a ex-ESPN Débora Gares foram contratados pelo Grupo Globo - REPRODUÇÃO/FOX SPORTS/ESPN

O ex-Fox Sports Juliano Lima e a ex-ESPN Débora Gares foram contratados pelo Grupo Globo

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 24/7/2019 - 4h55

No mesmo mês em que demitiu Mauro Naves e viu Marcos Uchôa e Tino Marcos, dois de seus repórteres mais experientes, pedirem afastamento, a Globo anuncia reforços para a equipe. Juliano Lima, ex-Fox Sports e Band, e Débora Gares, ex-ESPN, são os novos contratados do Esporte. A informação foi confirmada pelo Grupo Globo ao Notícias da TV.

Os dois jornalistas são conhecidos por seus trabalhos em coberturas esportivas no Rio de Janeiro, onde devem continuar atuando a partir de agosto.

O Esporte do Grupo Globo já está unificado. Ou seja, o trabalho de boa parte da equipe de vídeo, principalmente repórteres, comentaristas e narradores, é alternado entre TV aberta, por assinatura (SporTV), pay-per-view (Premiere) e site (Globoesporte.com).

É o que acontece, por exemplo, com Gabriela Moreira. Desde que a ex-ESPN foi anunciada como reforço, em março, já deu informações sobre a rotina de clubes em links, foi repórter de campo em transmissões ao vivo, cobriu as férias de Marcelo Barreto como apresentadora do Redação SporTV, e também deu expediente no Fantástico e no Globoesporte.com com reportagens especiais.

Débora Gares e Juliano Lima também têm perfil polivalente e já atuaram em empresas do Grupo Globo. De 2005 a 2014, ela trabalhou no Infoglobo, responsável pela publicação de jornais e revistas. Nesse período, escreveu para diferentes editorias de O Globo, o principal jornal do Rio de Janeiro.

Débora estava na ESPN desde 2015. No canal esportivo, fazia reportagens especiais e entradas ao vivo para informar, principalmente, sobre clubes cariocas. Seu último trabalho na ESPN foi a cobertura da Copa América. A jornalista era escalada para acompanhar os jogos das principais seleções do torneio, Brasil, Argentina e Uruguai.

Já Juliano teve uma passagem de um ano como repórter esportivo da Globo em 2012. No ano seguinte, ingressou no Fox Sports, empresa em que trabalhou até 2018. No canal, participou de coberturas das Copas do Mundo de 2014 e 2018, Libertadores, Sul-Americana, Copa do Brasil e das Jogos Olímpicos no Rio, em 2016.

Lima também acompanhava a rotina dos clubes cariocas. O jornalista ainda apresentava programas, como o Fox Gol e o Rodada Fox, e participava como comentarista de outras atrações. Neste ano, Juliano trabalhou como repórter do programa Os Donos da Bola, da Band no Rio de Janeiro, e estava fazendo reportagens como freelancer para a RedeTV! e para o SBT. A informação da contratação dos dois repórteres foi dada pelo site Observatório da Televisão.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO/SPORTV

O demitido Mauro Naves (à esq.) e os repórteres afastados, Tino Marcos e Marcos Uchôa


Baixas no Esporte

A reportagem do Esporte do Grupo Globo teve três baixas importantes no último mês. Mauro Naves foi demitido em 8 de julho. O repórter trabalhava na emissora havia 31 anos, mas foi punido porque teria atuado como intermediador de uma tentativa de acordo entre Neymar Jr. e José Edgard Bueno, o primeiro advogado de Najila Trindade, modelo que acusa o jogador de estupro.

Na mesma semana do anúncio da saída de Naves, Marcos Uchôa pediu licença não remunerada de seis meses. Ele voltará em janeiro de 2020. É o mesmo período que Tino Marcos ficará fora --é a segunda vez que o principal repórter esportivo da emissora pede afastamento. Em 2015, ele já havia tirado um ano sabático.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você vai acompanhar a reprise de Império?