Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MEMÓRIA DA TV

Antes de ter Faustão, Globo fazia maratona de séries nas tardes de domingo

Divulgação/ABC

O ator Richard Dean Anderson era o protagonista de MacGyver - Profissão: Perigo, hit na Globo - Divulgação/ABC

O ator Richard Dean Anderson era o protagonista de MacGyver - Profissão: Perigo, hit na Globo

THELL DE CASTRO

Publicado em 7/7/2019 - 6h35

A Globo passou por alguns percalços nas tardes de domingo entre 1976, quando Silvio Santos deixou a emissora, e 1989, quando estreou o Domingão do Faustão, que segue no ar até os dias de hoje. Nos anos 1980, enquanto o antigo dono do horário ia bem no próprio canal, o SBT, na Globo era possível acompanhar séries, game shows e programas de humor.

Os tempos eram outros: se atualmente as pessoas fazem maratonas de episódios de séries quando bem desejam, em plataformas de streaming como Netflix, Globoplay e Prime Video, naquela época tinham de esperar chegar o domingo para acompanhar o que a emissora programava.

A Globo, que sempre se orgulhou da quantidade de horas de produção nacional em sua grade, enchia as tardes de domingo com enlatados norte-americanos --na época, o futebol não era exibido ao vivo no horário, exceto em fases finais de campeonatos ou em jogos da Seleção Brasileira.

Antes do domínio das séries, a emissora tentou emplacar diversos programas, que duraram pouco, como Moacyr TV (1976), com Moacyr Franco e Pepita Rodrigues; Batalha dos Astros (1983-1984), com Miéle (1938-2015); e Guerra dos Sexos (1984), com Osmar Santos.

A Globo também se arriscou com humorísticos, como A Festa É Nossa (1983), com Agildo Ribeiro (1932-2018), e o Humor Livre (1984), capitaneado por Dercy Gonçalves (1907-2008).

Há exatamente 34 anos, em 7 de julho de 1985, depois de mais uma edição do Video Show (que era semanal e dominical), foram exibidas as séries Casal 20 (Hart to Hart), Duro na Queda (The Fall Guy), com as aventuras de Cold Seavers (Lee Majors), Tempo Quente (Riptide) e Águia de Fogo (Airwolf). Em seguida, era a vez do humor, com Os Trapalhões, antes do Fantástico.

divulgação/fox

Hoje astro de Hollywood, Johnny Depp (ao centro) fazia parte do elenco de Anjos da Lei

Um ano depois, em 6 de julho de 1986, algumas séries mudaram. Além de Águia de Fogo e Duro na Queda, estreavam duas novas produções: Faro Fino (Crazy Like a Fox) e Deloucacia de Polícia (The Last Precinct), produção da NBC que teve apenas oito episódios e ganhou esse título em português após o sucesso de Loucademia de Polícia no país, apesar de não ter ligação direta com o filme.

Em 5 de julho de 1987, a emissora exibiu Na Mira do Tira (Sledge Hammer!), um filme na Sessão de Domingo, Passe de Mágica (The Wizard) e Profissão: Perigo, protagonizada pelo lendário MacGyver (Richard Dean Anderson), um agente secreto que resolvia variados problemas das formas mais inusitadas possíveis.

Em 10 de julho de 1988, as séries perderam espaço no período da tarde. Alf, o Eteimoso, Na Mira do Tira e A Bela e a Fera (Beauty and the Beast) eram exibidas na hora do almoço. Depois do Video Show, o público via um filme na Sessão de Domingo e o musical Globo de Ouro, que foi remanejado para esse horário. Os Trapalhões continuavam firmes e fortes antes do Fantástico.

Uma semana antes da estreia do Domingão do Faustão, em 19 de março de 1989, as séries voltaram a ocupar boa parte do período da tarde, com Alf, O Vingador (Sable), Tiro Certo (Hunter), Dama de Ouro (Lady Blue) e Anjos da Lei (21 Jump Street).

O Video Show tinha sido transferido para as tardes de sábado e os filmes continuavam sendo exibidos na última edição da Sessão de Domingo, substituída na semana seguinte pela Temperatura Máxima.

Dessa forma, a estreia de Fausto Silva marcou o fim do domínio das séries nas tardes de domingo da Globo --atualmente, os enlatados foram empurrados para as madrugadas da programação.


THELL DE CASTROé jornalista, editor do site TV História e autor do livro Dicionário da Televisão Brasileira. Siga no Twitter: @thelldecastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou dos participantes do BBB21?