Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ESTREIA NA CNN

Alexandre Garcia diz que Bolsonaro é 'comprovação científica' da cloroquina

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Imagem de Alexandre Garcia, com reação de supresa, ao questionar imprensa na CNN Brasil

Alexandre Garcia questiona cobertura jornalística sobre cloroquina em estreia na CNN Brasil

REDAÇÃO

Publicado em 27/7/2020 - 21h30

Novo contratado da CNN Brasil, Alexandre Garcia estreou no canal de notícias nesta segunda-feira (27) e afirmou que o presidente Jair Bolsonaro é a "comprovação científica" da eficácia da cloroquina, mesmo com as afirmações médicas divergentes. No quadro CNN Liberdade de Expressão, o jornalista também criticou a cobertura jornalística sobre o medicamento.

O questionamento sobre o uso da cloroquina surgiu após Rafael Colombo, âncora do CNN Novo Dia, relatar que Bolsonaro postou uma foto nas redes sociais com o medicamento. "Em todo noticiário que eu ouvi, o meu colega repórter diz assim: 'Mostrou a caixa de hidroxicloroquina, que não tem comprovação científica'. E o cara está na frente do presidente, que é a comprovação científica que o uso da hidroxicloroquina dá certo", disse Garcia.

"Eu não entendo, o sujeito parece que vai para a Lua ou Marte para usar aquele chavão, carimbo, rótulo que estão mandando. Alguém está mandando todo repórter dizer que não tem comprovação científica, e todos os nossos amigos que foram tratados precocemente, todos estão curados, passaram pela Covid-19 em dois, três dias", seguiu o comentarista.

"Mas não tem comprovação científica. Acho que é um pouco de teimosia que nos faz perder a credibilidade", complementou ele, com críticas à imprensa.

Minutos depois, Colombo relembrou Garcia que o general Eduardo Pazzuello, ministro interino da Saúde, assinou um protocolo em que recomenda o uso do medicamento, o que não foi feito pelos ex-ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. No telão, o veterano riu da afirmação e mandou "ok ok" para o âncora.

rEPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Após comentário de Rafael Colombo, Alexandre Garcia riu e mandou um sinal de "ok ok"

"Não acho que a OMS [Organização Mundial da Saúde] deva mandar nesse país, a menos que a gente continue firme no nosso complexo de vira-lata", comentou Garcia.

Garcia e Sidney Rezende foram contratados pelo canal de notícias na semana passada. Com visões políticas antagônicas, eles realizam análises sobre as pautas do noticiário, com total liberdade de expressão --assim como o nome do quadro.

Nas redes sociais, a fala do jornalista recebeu muitas críticas e alguns elogios. Confira os comentários de Alexandre Garcia e alguns tuítes sobre o caso:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?