Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

BRIGA JUDICIAL

Acumulador pede indenização de R$ 100 mil em processo contra Globo

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Imagem de gari limpando residência de acumulador de Agudos, no interior de São Paulo

Gari limpa residência de acumulador de Agudos; idoso pede indenização de R$ 100 mil para Globo

ERICK MATHEUS NERY e LI LACERDA

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 10/6/2022 - 6h45

A Globo e a TV Tem, afiliada da emissora no interior de São Paulo, foram processadas por causa de uma série de reportagens sobre a limpeza da casa de João Batista Mainini. O idoso de 65 anos afirma que virou alvo de chacota na cidade de Agudos por causa da repercussão da retirada de entulhos do imóvel, resíduos que encheram 15 caminhões da prefeitura do município. Na Justiça, o autor pede uma indenização de R$ 100 mil.

"O cerne da ação está na imagem dele, que foi vinculada juntamente a esse problema de saúde. Usaram a imagem dele para expor este problema de saúde, que é algo íntimo. Ele teve a vida escancarada porque, embora seja um problema de saúde, a pessoa [é vista] como suja, desorganizada, com falta de higiene. Então, as pessoas aqui da cidade passaram a olhar ele dessa forma", detalha Marcelo Angella, advogado de Mainini, ao Notícias da TV.

O caso começou em 2019. Na época, o município enfrentava uma escalada nos casos de dengue, e a Justiça autorizou que a prefeitura entrasse nos imóveis com lixo e entulho acumulados e realizasse a limpeza.

Uma dessas casa era a de Mainine. Segundo a reportagem da afiliada da Globo, o idoso discutiu com os agentes da Vigilância Sanitária durante a limpeza. A equipe da prefeitura demorou três dias para retirar todo o entulho do imóvel, e os resíduos encheram 15 caminhões.

De acordo com o integrante do escritório de advocacia Angella Advogados, após a repercussão do caso, Mainine perdeu o acesso ao imóvel, o que também atrapalhou com que o processo fosse iniciado anteriormente. "Ele passou a viver praticamente na rua depois disso", reforça.

As reportagens com a história de Mainine foram exibidas entre fevereiro e março de 2019 nos telejornais locais Bom Dia Cidade - Bauru/Marília, Tem Notícias 1ª Edição e Tem Notícias 2ª Edição (equivalentes ao Bom Dia São Paulo, SP1 e SP2, respectivamente); e nos programas Bom Dia São Paulo e Bom Dia Brasil. Elas seguem disponíveis no Globoplay.

"Segundo os médicos psiquiatras, o transtorno de acumulação é uma doença que, muitas vezes, está aliada à depressão e, por isso, tem que haver o acompanhamento de perto da família. Muitas vezes, dá trabalho para convencer a pessoa a procurar tratamento, mas não se pode desistir. Olha só de que forma vai ficando a vida da pessoa que acumula muito material e, neste caso, prejudicando toda uma comunidade", comentou Evandro Cini, apresentador do Tem Notícias 1ª Edição na época, ao apresentar o caso.

O processo está na 1ª Vara Judicial de Agudos e será analisado pelo juiz Saulo Mega Soares e Silva. Procuradas pelo Notícias da TV, a TV Tem e a Globo afirmaram que não comentam assuntos judiciais.

TUDO SOBRE

Globo

Justiça


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.