De olho na Copa

TV de tela curva chega por R$ 17.500; Full HD sai por R$ 899

Divulgação

Televisor full HD da marca AOC, que integra linha de produtos a preços competitivos - Divulgação

Televisor full HD da marca AOC, que integra linha de produtos a preços competitivos

EDUARDO BONJOCH - Publicado em 23/05/2014, às 21h21 - Atualizado em 26/05/2014, às 19h46

RESUMO: Às vésperas da Copa do Mundo no Brasil, chegam ao mercado sete novos modelos de televisores. Entre os lançamentos, dois chamam a atenção. O primeiro é a TV full HD de 32 polegadas da AOC, que sai por R$ 899 e tem boa relação custo benefício. O outro é o aparelho de tela curva da Samsung, o equipamento mais high-tech produzido no Brasil e de preço mais salgado: R$ 17.500

Às vésperas da Copa do Mundo, os fabricantes continuam apresentando linhas de TVs para seduzir todos os tipos de consumidores. Com foco no preço competitivo, a AOC, marca com apelo mais popular do grupo TP Vision, que também está por trás dos aparelhos da Philips, anunciou seis novos modelos. Mas quem busca alta tecnologia (e está disposto a pagar por ela) pode se interessar pela nova TV de tela curva da Samsung, com 65 polegadas, que custa R$ 17.500.

Entre os televisores da AOC, o destaque são as telas finas de 24 a 50 polegadas da série 1.440, que têm preços variando de R$ 719 a R$ 2.600. Os recursos são simples: trazem conversor integrado (para captar as imagens dos canais abertos em alta definição), duas entradas HDMI (para ligar o decoder de TV paga e o videogame, por exemplo) e uma USB (para a conexão de pen-drive, HD externo ou outros aparelhos portáteis), mas não acessam a internet.

Custo e benefício



A resolução é o ponto mais favorável dessa nova linha. Por R$ 899, o consumidor pode levar para casa uma TV full HD de 32 polegadas. Essa característica é importante porque permite exibir as imagens de alta definição dos programas de TV (aberta e paga), dos games e do Netflix, mantendo a qualidade original da imagem.

Por isso, quando você pesquisar os preços das TVs de 32 polegadas, preste atenção na resolução. Em geral, TVs de até R$ 1.000 costumam oferecer resolução HD (ou HD ready). São modelos que podem apresentar perda de detalhamento e quadriculamentos da imagem na reprodução de alguns conteúdos de alta definição.

Se quiser acessar a internet, o consumidor terá de pagar um pouco mais. A AOC está com dois novos modelos com essa característica. As telas têm 39 e 46 polegadas e custam R$ 1.499 e R$ 2.399, respectivamente. Por enquanto, o fabricante não tem muitos parceiros nacionais. Aplicativos de redes sociais e do YouTube estão presentes, mas falta incluir o Netflix.
 


TV de tela curva da Samsung tem 65 polegadas e custa R$ 17.500

Tela curva


Para os fanáticos por tecnologia sem restrições orçamentárias, a novidade é a TV de tela curva. Produzido no Brasil, o modelo de 65 polegadas da Samsung deve chegar às lojas de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife nos próximos dias. Preço: R$ 17.500.

A nova TV apresenta resolução 4K (ou Ultra HD), quatro vezes superior à full HD. Na prática, isso se traduz em um maior detalhamento e profundidade da imagem. Já a curvatura da tela aumenta o campo de visão e a sensação de imersão do espectador.

Essa é a segunda TV de tela curva a chegar às lojas. No ano passado, a LG lançou um televisor OLED importado (tecnologia capaz de exibir imagens vivas com alto contraste e baixo consumo) de 55 polegadas. O produto pode ser encontrado nas lojas por R$ 16.999.

LEIA TAMBÉM:

Boneco desbocado de Ratinho vira pastor e critica Macedo e Santiago

Magreza excessiva de Adriane Galisteu deixa amigos preocupados

'Por mim, a gente brigava mais', diz Angélica sobre relação com Huck

Alex Escobar é chamado de 'robô' em primeira narração para SP

Megacaravana reúne mais de 40 mil fãs para o Programa Silvio Santos

Globo manda tirar da web vídeo com propaganda de Glória Maria

Luiza ganha chicotes, algemas e stripper em despedida de solteira


​► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook