Smart TV

A partir de mil reais, TV com internet já atinge todos os públicos

Divulgação

Consumidoras testam televisor da LG que permite navegar na internet e ver TV ao mesmo tempo - Divulgação

Consumidoras testam televisor da LG que permite navegar na internet e ver TV ao mesmo tempo

REDAÇÃO - Publicado em 29/10/2014, às 17h33 - Atualizado em 18/11/2014, às 09h52

Antes restritas aos modelos mais sofisticados, as TVs que acessam a internet se popularizaram. Hoje, o consumidor encontra essa função, que está entre as mais lembradas por quem deseja trocar de televisor, em aparelhos de 32 a 105 polegadas. Com cerca de R$ 1.000, valor de um celular avançado, já dá para levar uma TV com web para casa.

“As smart TVs devem representar em torno de 40% do total de vendas dos nossos televisores até o final do ano”, afirma Rogério Molina, gerente-geral de TVs da LG.

Mas nem todos os modelos que acessam a internet, mesmo de um único fabricante, são iguais. “A grande aposta da LG são as TVs com a plataforma webOS, que foi lançada neste ano e permite ao telespectador intercalar conteúdos de TV e de internet como se estivesse trocando de canal”.

Presente em cerca de 20 modelos lançados em 2014, a plataforma webOS pode ser encontrada em telas de 39 a 84 polegadas por um custo inicial atraente: a partir de R$ 2.349.

Segundo Molina, a nova plataforma é bem dinâmica e intuitiva. Com isso, a experiência de acessar a internet na TV LG ficou mais simples para o consumidor. A diferença já começa na hora da conexão, que conta com a ajuda do divertido personagem Bean Bird.

Além disso, a plataforma webOS permite, por exemplo, acessar a barra de navegação da web, onde ficam as várias opções de aplicativos, sem deixar de ver o programa de TV. Assim, dá para circular pelos dois mundos simultaneamente na tela.

Outro destaque é o controle remoto Smart Magic, que acompanha todas as TVs webOS. Sob medida para o uso com televisores da nova plataforma, esse acessório habilita o telespectador a fazer buscas na web e na LG Store através da tecnologia de reconhecimento de voz. E na hora de navegar pela internet, o controle se transforma em um prático mouse para a tela grande.

Consumidor valoriza resolução

Se, além de acessar a internet, a TV apresentar tela grande de alta definição, todos os principais desejos dos consumidores serão atendidos. Foi a essa conclusão que chegou uma pesquisa do GfK realizada com 500 consumidores brasileiros em setembro de 2014.

O estudo apontou que quem quer adquirir um novo aparelho fica atento, em primeiro lugar, à resolução da imagem. Em seguida, aparecem as opções tamanho da tela e acesso à internet por meio da TV.

A resolução Ultra HD, ou 4K, aparece quase empatada com a conectividade on-line entre as preferências do consumidor. Com preços em queda, essas TVs já começam a se tornar sonho de consumo dos telespectadores mais antenados nas novas tecnologias. São modelos de tela grande (a partir de 49 polegadas), capazes de exibir imagens quatro vezes mais nítidas do que as TVs full HD.

“Se a TV Ultra HD oferecer a nova plataforma webOS, o consumidor conseguirá ter a máxima qualidade da imagem aliada à experiência mais simples e completa de acesso à internet”, afirma Molina. A combinação das duas tecnologias pode ser encontrada em televisores LG de 49 a 84 polegadas, das linhas UB8500, UB9500 e UB9800.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook