Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

TITANS

Sem Batman, Robin vira adulto boca-suja em série repleta de sangue e sexo

Fotos: Divulgação/DC Universe

Brenton Thwaites interpreta Robin na série Titans, aposta da DC para o público adulto - Fotos: Divulgação/DC Universe

Brenton Thwaites interpreta Robin na série Titans, aposta da DC para o público adulto

LUCIANO GUARALDO, em Nova York

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 12/10/2018 - 6h09

Esqueça séries de heróis da DC Comics voltadas para o público jovem, como Flash e Supergirl. Titans, que estreia nos Estados Unidos nesta sexta (12), dá um tom mais adulto à história de Robin (Brenton Thwaites), com direito a sexo, muita violência, sangue esguichando na tela e palavrões para todos os gostos. Em cena que se tornou emblemática assim que o trailer foi lançado, o ex-menino prodígio detona: "Foda-se o Batman".

A produção será exibida nos EUA no novo serviço de streaming DC Universe, focado nos personagens dos quadrinhos da editora. A empresa também terá no catálogo um desenho animado da Arlequina, que será dublada por Kaley Cuoco, além de séries do Monstro do Pântano, da Patrulha do Destino e da Stargirl.

Por não estar em uma rede tradicional, Titans não precisa respeitar os limites impostos pelo "manual de boas práticas" da TV. "Eu amo as séries que já fazemos da DC, mas queria algo diferente para o nosso serviço", diz Geoff Johns, ex-presidente da editora e um dos responsáveis por adaptar as HQs dos Jovens Titãs para a TV.

Assim, a produção é uma espécie de resposta da DC Comics para as cinco séries que sua rival, a Marvel, produz com a Netflix _Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro e Justiceiro. Não por acaso, Titans chegará ao Brasil para o catálogo da Netflix _o serviço DC Universe ainda não está disponível por aqui.

A reportagem do Notícias da TV assistiu em primeira mão aos dois primeiros episódios de Titans, exibidos para um público seleto durante a New York Comic-Con, e adianta um pouco do que esperar da nova produção de super-heróis.

Mutano (Ryan Potter), Ravena (Teagan Croft), Robin (Thwaites) e Estelar (Anna Diop): os titãs

[Atenção: o texto contém spoilers a partir deste ponto]

A série começa com um flashback que mostra Dick Grayson (Brenton Thwaites), antes de virar Robin, em uma apresentação circense com sua família. Um acidente com o trapézio provoca a morte de todos os parentes, para desespero de Grayson. 

A jovem Rachel Roth (Teagan Croft), a Ravena, sonha com a tragédia de Dick Grayson e decide que ele é o único que pode ajudá-la com os problemas que enfrenta. E não são poucos: filha de um demônio, com poderes que não consegue controlar, ela passa a ser perseguida por um homem misterioso e capaz de matar.

Grayson não é mais o braço direito de Batman, e agora trabalha como detetive. A série não explica o que houve entre os dois, mas deixa claro que um conflito de interesses fez com que a dupla dinâmica se separasse. Um possível motivo seria a violência com que Robin trata os criminosos. Ele chega a esmagar o crânio de um bandido na parede e a esfregar o rosto de outro no vidro quebrado de um carro.

Tudo isso parece fichinha perto da terceira titã do grupo, Kory Anders (Anna Diop). Ou melhor, Estelar, uma princesa alienígena que chega à Terra e assume a identidade de Kory. Sem nenhuma consciência da vida que assumiu no planeta (uma cafetina envolvida com traficantes e criminosos do Leste Europeu), ela se livra de todos os que cruzam o seu caminho, quebrando pescoços a torto e a direito e até soltando jatos de fogo que transformam bandidos em cinzas.

O quarto titã é Mutano (Ryan Potter), um jovem que tem o poder de se transformar em qualquer tipo de animal. Nos episódios exibidos, o personagem aparece pouco, mas dá indícios de que será o alívio cômico da trama. "Ele é uma luz verde no fim desse túnel sombrio que é a série. Mutano só quer deixar todos felizes", adianta Potter, que já estrelou a série teen Supah Ninjas (2011-2013), da Disney.

Além do quarteto principal, dois heróis secundários auxiliam os titãs em sua jornada: Rapina (Alan Ritchson, ex-Aquaman de Smallville) e Columba (Minka Kelly, de Friday Night Lights). Casados, os dois tentam juntar dinheiro com pequenas missões para poderem se aposentar, mas são frequentemente testados por Robin.

A situação da dupla fica complicada pois Columba já teve um affair com o ex-parceiro de Batman, uma traição que Rapina nunca perdoou. Os dois ficam com a parte sexual da série _bem, pelo menos eles tentam, já que a pressão de ter Robin à espreita faz Rapina falhar na cama com a companheira.

Definitivamente, Titans não segue a linha teen dos desenhos Teen Titans (2003-2006) e Teen Titans Go!, do Cartoon Network. E isso chocou até o próprio elenco. "Eu confesso que não sabia nada sobre os personagens, então comprei as HQs e vi os desenhos. Agora sei que foi um erro, pois a série é bem diferente", conta Anna Diop.

A Netflix não anunciou quando iniciará a exibição de Titans no Brasil. A primeira temporada terá 12 episódios, e a produção já foi renovada para um segundo ano. "É empolgante ter recebido esse voto de confiança antes mesmo da estreia", diz Johns.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.45%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.33%