Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Humor familiar

Revelação do ano da TV dos EUA, comédia Blackish estreia no Brasil

Divulgação/ABC

Elenco de Blackish em cena do episódio de estreia; comédia é a melhor novata do ano na TV dos EUA - Divulgação/ABC

Elenco de Blackish em cena do episódio de estreia; comédia é a melhor novata do ano na TV dos EUA

JOÃO DA PAZ

Publicado em 15/6/2015 - 14h28
Atualizado em 16/6/2015 - 6h01

Comédia estreante de maior audiência da TV norte-americana, Blackish estreia hoje (16) no Brasil, pelo canal Sony (22h). A série, que teve média de 7,19 milhões de telespectadores por episódio na primeira temporada, mostra os esforços de um publicitário bem-sucedido para em manter vivo em seus quatro filhos o que considera cultura negra. Os jovens são tentados pelas "branquices" que os cercam em um bairro de classe alta em Los Angeles, Califórnia, enquanto o pai tenta fazê-los adeptos de rituais africanos.

Blackish é o maior sucesso de uma comédia sobre uma família negra desde Eu, a Patroa e as Crianças (2001-2005). Traz características típicas do gênero, como o humor autodepreciativo, visto em Todo Mundo Odeia o Chris (2005-2009).

As piadas de Blackish são politicamente incorretas. Logo no episódio de estreia, o filho mais velho do empresário Andre Johnson (Anthony Anderson), Andre Junior (Marcus Scribner), quer festejar o aniversário de 13 anos como um Bar Mitzvah (celebração judaica que dá início à maioridade moral e religiosa de um jovem). O pai fica indignado com o pedido e tenta mudar a vontade do garoto oferecendo a ele um Hip-Hop Bro Mitzvah, festividade inspirada na arte das ruas.

A filha mais velha de Andre também é vítimas das investidas do pai. Ele é surpreendido quando Zoey (Yara Shahidi), de 15 anos, aparece com um namorado branco e francês, Andre du Maurier (Julian de la Celle). O empresário faz de tudo para convencê-la a largá-lo, criticando a todo momento o comportamento "não negro" do rapaz.

A atriz Raven-Symoné ao lado de Anthony Anderson na comédia Blackish

Os gêmeos de seis anos Jack (Miles Brown) e Diane (Marsai Martin) não passam despercebidos pelo crivo de Andre. Em um dos episódios mais polêmicos, o publicitário se vê numa situação problemática ao decidir como punir Jack. Ele se escondeu da mãe, a médica Rainbow (Tracee Ellis Ross), em uma loja de departamentos. Como castigo, ela disse que o pai iria espancá-lo quando chegassem em casa.

O avô Earl (Laurence Fishburne) apoia a ideia. Diz que os filhos dele foram criados assim, apanhando com pedaços de pista de Hot Wheels. Andre não se agrada da sugestão, e o episódio discute se dar palmadas no filho é a melhor maneira de reprimir e educar, um tema bastante recorrente nos lares afro-americanos.

Outro assunto controverso é a aceitação de homossexuais na família. Neste caso, Blackish tem uma participação especial. Raven-Symoné, protagonista da série As Visões da Raven (2003-2007), interpreta a lésbica Rhonda, irmã de Andre, que ainda não assumiu ser gay para a mãe homofóbica, Ruby (Jennifer Lewis).

As investidas de Andre de reforçar a negritude da família passam por fazer um Natal com um Papai Noel negro, impedir a filiação do filho em um grupo com ideais políticos conservadores, de direita (o estereótipo é que negros são de esquerda) e até ter que provar que é negro o bastante para um novo cliente da agência na qual ele trabalha.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.45%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.33%