Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO FX

Reduto de sexo e drogas, Studio 54 será o novo tema de American Crime Story

Divulgação/FX

Clive Owen como Bill Clinton em cena da terceira temporada de American Crime Story

Clive Owen na terceira temporada de American Crime Story; série foi renovada pelo FX

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 13/8/2021 - 15h57

Depois de anunciar a produção de duas novas antologias criadas por Ryan Murphy, o canal pago FX confirmou a renovação de American Crime Story para uma quarta temporada. Ainda sem previsão de estreia, a nova leva de episódios irá contar a história do Studio 54, icônica discoteca dos anos 1970 que se tornou um reduto de sexo e drogas para várias personalidades da época.

Intitulado Studio 54: American Crime Story, o novo ano abordará a jornada de Steve Rubell e Ian Schrager, que em 1977 transformaram sua discoteca em Nova York em uma meca internacional da vida noturna para ricos, celebridades e visitantes. O local ficou famoso por suas festas luxuosas regadas a música, sexo e uso aberto de drogas.

Apesar da ascensão meteórica de Rubell e Schrager, os sócios viram o seu império ruir três anos depois, após serem condenados por fraude fiscal. Em 1978, no auge da discoteca, a dupla afirmava que só a máfia dos EUA fazia mais dinheiro do que o Studio 54.

Os parceiros foram acusados ​​de evasão fiscal, obstrução da justiça e conspiração por supostamente roubar cerca de US$ 2,5 milhões (R$ 13,1 milhões) em receitas não declaradas do local. Os relatórios policiais da época diziam que o dinheiro e os recibos estavam no prédio e escondidos em vácuos no teto do escritório de Rubell. A dupla foi condenada a três anos e meio de prisão e multada em US$ 20 mil (R$ 104 mil) cada um.

Em junho deste ano, Murphy havia revelado a sua admiração pela história do Studio 54 e a intenção de adaptá-la em entrevista ao site Deadline.

Quando eu era criança, lia a coluna de Liz Smith no Indianapolis Star sobre o Studio 54 e dizia: 'Eu quero ir para lá'. Eu amo aquela época e lugar. Sinto que é uma história de excessos e de dois caras que tiveram um sonho, mas o levaram longe demais e pagaram por isso. Eu amo o trabalho de Ian Schrager e o acho um gênio. É uma história interessante para contar em American Crime Story.

A discoteca já apareceu em inúmeras produções teve sua história contada no longa Studio 54 (1998), estrelado por Ryan Phillippe e Salma Hayek, e foi tema do documentário de mesmo nome lançado em 2018 e dirigido por Matt Tyrnauer. O local também foi parte importante da trama de Halston (2021), minissérie da Netflix criada por Murphy.

A antologia American Crime Story é uma das mais bem sucedidas da carreira de Ryan Murphy. Sua terceira temporada, intitulada Impeachment, abordará o escândalo sexual envolvendo Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, e sua secretária, Monica Lewinsky. A estreia está marcada para 7 de setembro.

Assista ao trailer (sem legendas) de Impeachment: American Crime Story:

TUDO SOBRE

FX

Ryan Murphy


Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Final de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas