Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CONTRA-ATAQUE

Gênesis: Raquel vai à loucura ao se vingar do desprezo de Labão; saiba como

REPRODUÇÃO/RECORD

Montagem dos atores Thaís Melchior e Labão Martinez em cena de Gênesis

Raquel (Thaís Melchior) enganará Labão (Heitor Martinez) em Gênesis; vilã se vingará do pai

DANIELE AMORIM

daniele.amorim@noticiasdatv.com

Publicado em 13/8/2021 - 15h00

Raquel (Thaís Melchior) finalmente se vingará de todo o desprezo que sofreu ao longo da vida em Gênesis. A ambiciosa verá Labão (Heitor Martinez) negociar um terreno com Lúcifer (Igor Rickli) e roubará os ídolos que comprovarão a compra do local. Na Mesopotâmia antiga, as estatuetas eram utilizadas como escritura nesse tipo de transação.

A mulher de Jacó (Miguel Coelho) acompanhará o negócio nas cenas que irão ao ar na próxima terça (17). A essa altura da trama, o protagonista terá decidido voltar para Canaã com sua família, e a protagonista terá pensado em aproveitar o momento para se despedir do pai em "grande estilo". 

A irmã de Lia (Michelle Batista) chegará à casa de Labão no momento da transação e ficará atenta. "Conforme as leis da nossa região, o proprietário dessas terras a partir de agora, que possui os ídolos das mesmas, é Labão, filho de Betuel [Roberto Bomfim]", confirmará o escrivão, que continuará:

Perante testemunho dos filhos Amir [Paulo Gabriel] e Ian [Marcel Octávio] , ele recebe das mãos de Malak, o antigo proprietário dos ídolos e assim das terras. A partir de agora, o senhor Labão possui o direito de explorar a terra como desejar, assim como possui o direito de expulsar e denunciar qualquer um que invada suas novas propriedades. 

Disfarçado como o comerciante Malak, Lúcifer agradecerá o contrato firmado com Labão. O escrivão também lembrará o viúvo de Adinah (Michelle Batista) sobre como proceder para usufruir de sua compra: "Agora, guarde bem esses ídolos, senhor Labão. Eles são a única prova de que o senhor é o proprietário legítimo das terras", dirá o homem. 

"É como dizem por aí, quem tem o ídolo, tem o poder nas mãos de reivindicar o que é do outro...", brincará o tinhoso, com a certeza de que Raquel ouvirá suas palavras. A ambiciosa captará a mensagem e sorrirá com empolgação enquanto bola um plano para se vingar de Labão. 

Sumiço das estatuetas

Mais tarde, a antagonista entrará na casa do pai e começará a vasculhar tudo em busca dos ídolos. Ela andará na sala, mas não encontrará nada. Assim, seguirá em direção ao quarto do veterano. 

Em um dos móveis do cômodo, a garota encontrará uma caixa pequena bem embalada. A patroa de Bila (Allana Lopes) retirará o pano que cobre o objeto e encontrará as estatuetas da antiga propriedade de Malak/Lúcifer. 

A personagem vivida por Thaís Melchior pegará os objetos e os esconderá nos braços. Antes de sair, a moça também terá o cuidado de colocar a caixa no mesmo lugar. A vilã sorrirá de satisfação por ter certeza de que sua travessura deixará Labão louco de ódio. 

Gênesis é uma adaptação livre do primeiro livro da Bíblia. O folhetim é dividido em sete fases, e, atualmente, a Record exibe a sexta --Jacó. Além dos spoilers, o Notícias da TV publica o resumo da novela bíblica.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#69 - Tudo sobre Nos Tempos do Imperador, nova novela das seis!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Gênesis e outras novelas.


Últimas de Gênesis


Resumos Semanais

Resumo da novela Gênesis: Capítulo de 22 de novembro

Segunda, 22/11 (Capítulo 220) 
Lúcifer é impedido de invadir festa de Israel. Herit anuncia gravidez a Shereder. Judá se redime por ter vendido José. Asenate chora de felicidade ao lado do governador-geral do Egito. Deus surge em discurso final. Abumani surpreende ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.