Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EXCLUSIVO DO PLAYPLUS

Record transforma crimes exibidos pelo Cidade Alerta em série para o streaming

REPRODUÇÃO/RECORD

Luiz Bacci no comando do Cidade Alerta, da Record

Luiz Bacci no comando do Cidade Alerta; a Record lança série com casos do policialesco

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 15/4/2021 - 7h00

A Record decidiu aproveitar um de seus principais produtos para criar conteúdo inédito para o streaming. Nesta quinta-feira (15), a emissora disponibiliza aos assinantes do PlayPlus os três episódios da primeira temporada do Cidade Alerta em Série, documentário que aborda crimes que foram pauta do programa.

Cada capítulo tem aproximadamente 20 minutos e trata de um caso diferente, com os bastidores das coberturas jornalísticas do policialesco e detalhes das investigações.

Todos os crimes abordados nessa primeira leva de episódios da série do Cidade Alerta foram cometidos contra crianças e adolescentes no interior de São Paulo. Um deles é o de Maria Clara, de um ano e quatro meses, que foi asfixiada até a morte pelo padrasto no ano passado.

O outro é de Vitória Gabriele, de 12 anos, assassinada em 2018 depois de ter sido sequestrada por engano; e o terceiro é o de Ísis Helena, a bebê de um ano e dez meses que foi morta pela pela própria mãe em 2020. Os três casos tiveram grande repercussão na imprensa e foram explorados à exaustão pelo Cidade Alerta.

Apresentador do programa, Luiz Bacci participa da produção exclusiva do PlayPlus ao lado de repórteres e produtores do policialesco. O objetivo do documentário, de acordo com a Record, é contar as histórias com a visão de quem cobre a cena do crime para revelar "conexões, cenários inusitados" e aprofundar "detalhes que podem passar despercebidos pelo espectador".

"É a oportunidade de acompanhar o trabalho incansável desde o surgimento da notícia até o desfecho do caso, passando por todas as etapas de apuração. Detalhes dos bastidores dos principais casos apresentados que até então não haviam sido divulgados", comenta o jornalista.

Essa é a primeira produção do gênero exclusiva para o PlayPlus. Os episódios estão restritos aos clientes que pagam assinatura --o plano mais barato sai por R$ 12,90, e os primeiros 14 dias são gratuitos.

A partir do Cidade Alerta em Série, a plataforma digital da Record pode criar novos conteúdos ligados às investigações criminais de casos brasileiros, aproveitando nomes como Percival de Souza e Renato Lombardi, especialistas no tema.

A Netflix, por exemplo, tem diversas séries documentais criminais focadas em apresentar detalhes de casos que repercutiram nos Estados Unidos e no mundo.


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?