Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTRELA DO FILME

Por que Alicia Silverstone não fez a série As Patricinhas de Beverly Hills?

REPRODUÇÃO/PARAMOUNT e DIVULGAÇÃO/ABC

Montagem de fotos com as atrizes Alicia Silverstone (à esq.) e Rachel Blanchard como a personagem Cher no filme e na série As Patricinhas de Berverly Hills, respectivamente

As atrizes Alicia Silverstone (à esq.) e Rachel Blanchard no filme e na série, respectivamente

KELLY MIYASHIRO

kelly@noticiasdatv.com

Publicado em 19/9/2021 - 6h15

Estrela do filme As Patricinhas de Beverly Hills (1995), Alicia Silverstone não topou reprisar o papel de Cher Horowitz na série homônima, que completa 25 anos de sua estreia nos Estados Unidos nesta segunda-feira (20). A atriz preferiu focar na carreira cinematográfica e foi substituída por Rachel Blanchard na produção que foi exibida de 1996 a 1999.

Alicia estreou no cinema no filme Paixão Sem Limite (1993), no qual interpretava uma ninfeta obcecada por um jornalista. O trabalho lhe rendeu um prêmio MTV Movie Awards na categoria de melhor vilã. Nos anos 1990, a jovem atriz ficou famosa também como "a garota Aerosmith" por ter estrelado três clipes da banda de rock: Cryin', Crazy, e Amazing.

Entretanto, foi com o papel da patricinha Cher no filme lançado em 1995 que a artista ganhou notoriedade e se tornou um ícone internacional. O filme arrecadou US$ 55 milhões (cerca de R$ 289 milhões na cotação atual) durante sua exibição no cinema só nos EUA.

Devido ao sucesso cinematográfico, no ano seguinte os produtores decidiram lançar uma série de TV derivada do filme, para continuar a história das adolescentes ricas e fúteis. Alicia Silverstone foi chamada, mas a atriz tinha assinado um contrato de US$ 10 milhões (cerca de R$ 52 milhões atualmente) com a Columbia Pictures para fazer apenas filmes.

No mesmo ano do lançamento de Clueless --nome original do filme em inglês--, a atriz também foi para as telonas no thriller erótico Uma Babá Objeto de Desejo (1995), no suspense Esconderijo (1995) e no drama francês Le Nouveau Monde (1995). Depois, viveu a Batgirl em Batman e Robin (1997).

Com o desfalque de Alicia, restou à produção da série escalar Rachel Blanchard para o papel principal. A atriz foi escolhida justamente por sua aparência quase idêntica à estrela original e contracenou principalmente com Stacey Dash (Dionne), Donald Faison (Murray) e Elisa Donovan (Amber), todos repetindo seus personagens do filme. 

O programa foi ao ar na ABC entre 1996 e 1997. Depois, migrou para uma rede menor, a UPN, onde foi exibido de 1997 a 1999. No Brasil, a série fez parte da programação da Globo aos domingos --apenas com sua primeira temporada-- em uma dobradinha com Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira (1996-2003). Na TV paga, As Patricinhas também entrou na grade da Nickelodeon.

O filme As Patricinhas de Beverly Hills ganhará um novo reboot. O estúdio de televisão da rede CBS está desenvolvendo o projeto, que vai adicionar uma pitada de mistério à história sobre estudantes adolescentes que, mais de duas décadas depois de seu lançamento, ainda é muito famosa.

Essa nova versão terá como personagem principal Dionne, a melhor amiga e fiel escudeira de Cher. Quando a loira desaparece, a parceira assume o posto de garota mais popular da escola. Enquanto lida com essa responsabilidade, ela se dedica a desvendar o mistério do sumiço da colega.

Confira o trailer do filme As Patricinhas de Beverly Hills (1995): 

Assista também ao primeiro episódio da série As Patricinhas de Beverly Hills (1996-1999): 

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas