Recap S08E15

No vale-tudo de Walking Dead, a regra é clara: perde quem morre primeiro

Imagens: Divulgação/AMC

O ator Jeffrey Dean Morgan no penúltimo episódio da oitava temporada de Walking Dead, exibido ontem (8) - Imagens: Divulgação/AMC

O ator Jeffrey Dean Morgan no penúltimo episódio da oitava temporada de Walking Dead, exibido ontem (8)

JOÃO DA PAZ - Publicado em 09/04/2018, às 00h03

[Atenção: este texto contém spoilers]

A um episódio do final da oitava temporada, The Walking Dead promoveu um vale-tudo de raiz entre o vilão Negan (Jeffrey Dean Morgan) e seu braço direito Simon (Steven Ogg). O capítulo de ontem (8) serviu para os dois resolverem as diferenças na base da porrada, com os integrantes dos Salvadores na plateia.

No MMA do drama zumbi, houve uma regra clara: perdia quem morresse primeiro. Após a troca de socos, rasteira e até chute na cara, Negan finalizou Simon com um estrangulamento. O então súdito metido a revolucionário virou zumbi e foi amarrado na grade que cerca a fábrica, lar de Negan e seus súditos.

A briga no melhor estilo "vou te pegar na saída da escola" foi uma oferta de Negan a seu antigo aliado, que dias atrás ficou feliz com o desaparecimento do vilão, tentou tomar a liderança dos Salvadores e, mesmo depois de Negan ter reaparecido, ainda tramou um plano para tirá-lo do poder.

Uma solução trivial foi encontrada. "Se você quer ser tanto o cara, tem de derrotar o cara", disse Negan a Simon. Bastava o bigodudo acabar com seu chefe no soco na frente de dezenas de testemunhas que ele assumiria o posto de líder.

E essa não foi a única vitória de Negan. A máscara de leva-e-traz de Dwight (Austin Amelio) caiu, e o vilão descobriu tudo sobre suas artimanhas _ele servia de informante à turma de Rick Grimes (Andrew Lincoln).

Tudo foi resolvido com a ajuda de Laura (Lindsley Register), a pessoa que Negan encontrou no final do episódio passado e dedurou Dwight sem qualquer remorso.

Confronto decisivo
Negan sai na frente na grande batalha final que deve ocorrer no desfecho da oitava temporada justamente por se aproveitar da trairagem de Dwight. Ele o fez saber de um plano para cercar Hilltop e surpreender a todos os sobreviventes.

Contudo, essa estratégia era falsa. Foi criada apenas para confundir Rick e sua trupe, pois Negan já sabia que Dwight conseguiria um jeito de passar a informação do ataque ao xerife.

Evidentemente, Rick acredita que a dica recebida é quente e vai agir com o propósito de antecipar a ação do inimigo.

Antes dezprezado, o medroso Eugene (Josh McDermitt) é valioso por saber fazer munição

Tiro pela culatra
O mundo dá voltas, e o outrora inútil Eugene (Josh McDermitt) virou um elemento indispensável na guerra total. O professor pardal é fundamental por saber como produzir munição. Entre tantas coisas em falta na colônia Hilltop, balas de revólver são uma delas, e um sequestro é tramado para retirá-lo das mãos de Negan.

Dwight (Norman Reedus) e Rosita (Christian Serratos) assumiram a missão de raptar o cientista. Conseguiram cumprir a meta eficientemente, mas deixaram o refém fugir da forma mais amadora possível: durante um corriqueiro ataque de zumbis. Eugene retornou ao seu trabalho sob a tutela de Negan e com mais fúria, comandando uma linha de produção de cartuchos para acabar com o grupo liderado por Rick.

Leia também

 

 

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook