All American

Netflix salva do cancelamento terceira série menos vista da TV paga americana

Divulgação/The CW

O ator Daniel Ezra em imagem de All American, drama esportivo renovado para uma segunda temporada - Divulgação/The CW

O ator Daniel Ezra em imagem de All American, drama esportivo renovado para uma segunda temporada

JOÃO DA PAZ - Publicado em 25/04/2019, às 05h26

Um lance digno de Hail Mary (Ave Maria), a jogada que é a última esperança de um time de futebol americano, salvou All American do cancelamento. Exibida pela rede The CW, a série que é a terceira menos vista da TV paga americana foi salva do cancelamento pela Netflix, que passou a disponibilizá-la aos assinantes dos Estados Unidos.

Drama sobre um time de futebol americano escolar em Beverly Hills, na Califórnia, a boa trama de All American conquistou um público leal de fãs na rede CW, mas pequeno em quantidade.

A primeira temporada teve média de apenas 670 mil telespectadores por episódio, à frente de Dynasty e Crazy Ex-Girlfriend (ambas da CW) no ranking das maiores audiências da TV aberta americana na temporada 2018-2019.

Mas a chegada na Netflix mudou tudo. All American passou a bombar nas redes sociais e a gerar audiência para a plataforma. Greg Berlanti, produtor de Flash e You que também trabalha em All American, disse para o site Deadline que o drama esportivo virou um sucesso na gigante do streaming.

"A Netflix nos informou que All American chegou a ser a terceira série mais vista em toda a plataforma durante uma semana inteira. Entre os adolescentes, foi a segunda colocada", revelou.

Berlanti comparou o alcance de All American com Riverdale, outra série em que ele é produtor-executivo, que também virou hit ao entrar na Netflix.

A CW tem uma parceria com a Netflix desde 2016. Assim que uma série acaba na TV aberta, ela entra completa no streaming. Isso ajuda a atração a ganhar um novo público e, nesse caso específico, livrá-la do cancelamento.

A primeira temporada de All American foi exibida no Brasil pelo canal pago Warner. A série lembra um pouco o filme Um Sonho Possível (2009), de Sandra Bullock, ao narrar a jornada de um jovem jogador de futebol americano.

Assim como o longa, a atração da TV é inspirada em uma história real. A série adapta a trajetória de Spence Paysinger, ex-linebacker (jogador de defesa) que passou por quatro times da NFL, entre 2011 e 2017. Ele foi campeão do Super Bowl, a grande final da liga, em 2012.

O elenco de All American conta com Daniel Ezra, que dá vida a Spencer James, um jovem do bairro carente de Creenshaw que é convidado para se juntar a um forte time de uma escola de elite de Beverly Hills. O treinador da equipe é Billy Baker (Taye Diggs), que encara a oportunidade como uma forma de dar uma vida nova ao garoto.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu casal favorito no Power Couple?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook