Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DESIGNATED SURVIVOR

Na Netflix, série usa depoimentos reais para comover presidente ficcional

Reprodução/Netflix

Tom Kirkman (Kiefer Sutherland) assiste a depoimento real no primeiro episódio de Designated Survivor - Reprodução/Netflix

Tom Kirkman (Kiefer Sutherland) assiste a depoimento real no primeiro episódio de Designated Survivor

REDAÇÃO

Publicado em 9/6/2019 - 10h10

A série Designated Survivor, cuja terceira temporada chegou à Netflix na última sexta (7), decidiu inovar em sua narrativa com a mudança para a plataforma de streaming (os anos anteriores foram ao ar na rede ABC): a história que traz Kiefer Sutherland na pele do presidente dos Estados Unidos colocou depoimentos de pessoas reais em meio à ficção.

Desde o primeiro episódio da nova leva, a série apresenta alguns momentos em que Tom Kirkman (Sutherland) pega um tablet para assistir mensagens de possíveis eleitores que deixaram de votar na última eleição por estarem frustrados por algum tema que envolve a política norte-americana.

Há relatos de uma mulher que foi vítima de abuso sexual quando tinha apenas 13 anos, de uma mãe cujo filho morreu de diabete, de viciados em drogas e até de um grupo de terapia para transgêneros. "Todos são de verdade", contou o showrunner Neal Baer ao site TVLine.

"Se alguém aparece falando para Kirkman o motivo de não ter votado, tenha certeza de que ele não é um ator, mas uma pessoa real contando para a gente suas razões", explicou ele.

A ideia de Baer de misturar depoimentos reais com uma história ficcional é antiga. "Quando eu comecei [na indústria da TV], fiz um piloto em 1991 com John Wells [de West Wing] chamado Night Life, que integrava cenas documentais com personagens que trabalhavam a noite inteira. A série acabou não sendo produzida pela NBC, mas essa pulga ficou na minha orelha desde aquela época", lembrou.

A inserção dos depoimentos documentais também causa uma mudança na estrutura narrativa da série, agora em nova emissora. Lançada em 2016, Designated Survivor conta a história de Kirkman, um secretário do baixo escalão do governo que se torna o líder dos Estados Unidos depois que um ataque a Washington mata todas as pessoas acima dele na sucessão presidencial.

A atração foi cancelada pela ABC em maio do ano passado, e em setembro a Netflix anunciou que havia resgatado a série para produzir uma nova leva de episódios.

Além de Sutherland, o elenco conta com Adan Canto, Italia Ricci, Kal Penn e Maggie Q. Anthony Edwards, de Plantão Médico, faz participações como o chefe de gabinete do presidente.

TUDO SOBRE

Netflix

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?