PLANO SEQUÊNCIA

Melhor atração da Globo, Sob Pressão faz história com episódio sem cortes

Reprodução/TV Globo

Marjorie Estiano em cena do décimo episódio da temporada de Sob Pressão, rodado sem cortes - Reprodução/TV Globo

Marjorie Estiano em cena do décimo episódio da temporada de Sob Pressão, rodado sem cortes

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 26/06/2019, às 06h01 - Atualizado às 23h30

Considerada por críticos a melhor atração na grade atual da Globo, a série Sob Pressão fez história em sua terceira (e última) temporada com um dos dois episódios exibidos na noite de quarta (26). O décimo capítulo da atual leva foi rodado em três longos planos-sequência, com dois únicos cortes --apenas para a abertura e os intervalos comerciais.

A empreitada, além de exigir muito de equipe e elenco, é rara na televisão do mundo todo. Séries como Mr. Robot e A Maldição da Residência Hill fizeram episódios que simulavam o efeito de um plano-sequência, mas usavam truques para enganar o público e esconder os cortes em cenas mais escuras ou usando objetos como vasos ou portas. O mesmo foi feito no longa Birdman (2014), ganhador de quatro Oscars.

Sob Pressão não recorreu a nenhum artifício para forjar cenas sem cortes. Julio Andrade, que além de viver o protagonista Evandro também dirige o episódio, bolou uma verdadeira coreografia entre câmera e elenco para fazer as longas sequências nos corredores do Hospital São Tomé Apóstolo, onde a série se passa.

"Não tem nenhum corte, somente os dos breaks comerciais. Eram seis, sete, oito horas de ensaios. Tinha o Julinho dirigindo de dentro da cena, e eu no vídeo. A gente fez um bate-bola muito interessante", adiantou o diretor artístico Andrucha Waddington ao Notícias da TV no lançamento da temporada.

No episódio, Carolina (Marjorie Estiano) e Evandro (Julio Andrade) são ameaçados por um chefe de milícia carioca e precisam operá-lo enquanto estão na mira de dois revólveres, o dele e o de seu comparsa. É uma sequência tensa, que culmina em um grande tiroteio entre bandidos e polícia. Tudo ganha ainda mais pressão com o movimento da câmera, que passeia pelos ambientes hospitalares o tempo todo.

Roteirista do capítulo, André Sirangelo valorizou o trabalho de equipe para realizar algo tão complexo. "Filmado em tempo real em três planos-sequência, com corte só para o intervalo, o episódio 10 de Sob Pressão é difícil de ver. É uma explosão de violência; um grito de socorro que ganha ainda mais camadas diante do horror de um país em desmoronamento", filosofou em seu Instagram.

"Mas ele é também um show de direção do Andrucha Waddington e do Julio Andrade; de fotografia do Fernando Young e do Lula Cerri; e de atuação da Marjorie Estiano e de todo o elenco. Que coisa surreal ser parte de uma equipe que possibilita algo assim de acontecer. Passa essa semana na segunda parte de um episódio especial --excepcionalmente quarta (26) por causa do futebol."

TV sem cortes

Além de Sob Pressão, outro exemplo de longo plano-sequência foi mostrado na terceira temporada de Demolidor, lançada no ano passado pela Netflix. No quarto episódio, Matt Murdock (Charlie Cox) visita uma prisão e enfrenta vários policiais e presidiários em uma luta que culmina em uma rebelião.

A cena sem cortes com o herói da Marvel dura cerca de 11 minutos --é tão longa que não pôde concorrer ao Emmy na categoria de coordenação de dublês, que só permite a inscrição de sequências de até três minutos.

A comédia Mad About You (1992-1999) também marcou época em sua sexta temporada, com o episódio The Conversation. O capítulo mostra os protagonistas Paul (Paul Reiser) e Jamie (Helen Hunt) tentando ensinar a bebê Mabel a dormir sem a presença deles no quarto.

Para isso, os dois ficam sentados no corredor, apenas ouvindo os choros da filha e conversando sobre a vida. A sequência sem cortes se estende por todo o episódio --até a tradicional cena pré-abertura foi abortada do capítulo. Apesar de histórica, a sequência é um marasmo se comparada à feita por Demolidor e Sob Pressão.

Na categoria drama médico, o novelão inglês Casualty, no ar desde 1986, conseguiu fazer algo similar a Sob Pressão um pouco antes. Em 2017, o encerramento da 31ª temporada da atração teve 48 minutos sem nenhum corte, nem mesmo para intervalos --a série é exibida pela BBC, que não exibe comerciais em sua grade, apenas anúncios da própria programação entre um programa e outro.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook