Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Lado obscuro dos tribunais

Filme Advogado do Diabo deve ganhar série de TV na rede NBC

Warner Bros

Al Pacino como John Milton, encarnação de Satanás em Advogado do Diabo - Warner Bros

Al Pacino como John Milton, encarnação de Satanás em Advogado do Diabo

REDAÇÃO

Publicado em 18/8/2014 - 14h37

O filme Advogado do Diabo (1997) deve virar série de TV. O piloto foi encomendado pela rede norte-americana NBC, que vai reviver o drama sobre o lado obscuro da advocacia. A produção executiva será de John Wells (Plantão Médico, The West Wing), em parceria com os estúdios Warner Bros. Ainda não há data definida de estreia nem de quem serão os protagonistas. 

A série terá a mesma trama do filme: um advogado do interior, Kevin Lomax, invicto nos tribunais, é contratado por uma grande firma de Nova York, representada por John Milton, o próprio diabo. Os conflitos se intensificam pela negação da mãe de Kevin, Alice, pela ida de seu filho para a cidade grande, que ela chama de Babilônia. Alice é uma fervorosa cristã evangélica.

No filme, Keanu Reeves interpretou Kevin. Al Pacino fez Milton, e Judith Ivey atuou como Alice. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Leia também

Enquete

Você gostou dos participantes escolhidos para o BBB22?

Web Stories

+
BBB22: Após frustrar público, Globo anuncia participantes nesta sexta-feiraSunga branca, esponjão e recorde no paredão: 10 momentos para o BBB22 tentar superarSabrina Sato volta à Globo; apresentadora já foi Bailarina do Faustão e esteve no BBBBBB22 promete briga por chuveiro, traz Rafa Kalimann de volta e terá novo quadroQuem é o namorado de Carla Diaz? Felipe Becari defende causa animal e é político

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas