Oscar da TV

Emmy das surpresas premia comédia 'feminista' e esnoba vencedora de 2017

Divulgação/Television Academy

A atriz Rachel Brosnahan recebe o Emmy de melhor atriz em série de comédia no Emmy de 2018 - Divulgação/Television Academy

A atriz Rachel Brosnahan recebe o Emmy de melhor atriz em série de comédia no Emmy de 2018

JOÃO DA PAZ - Publicado em 18/09/2018, às 01h06 - Atualizado às 05h22

Marcado por surpresas, a principal noite do Emmy de 2018 terminou com uma série de comédia como a maior vencedora. A "feminista" The Marvelous Mrs. Maisel, da Amazon, arrebatou cinco estatuetas. Pela primeira vez em seis anos, uma atração cômica ficou no topo do Oscar da TV. Já entre os dramas, o destaque negativo vai para The Handmaid's Tale. Vencedora no ano passado, a trama distópica passou em branco.

Atração sobre uma humorista de stand-up em plena Nova York dos anos 1950, que celebra o empoderamento em uma era machista, The Marvelous Mrs. Maisel repetiu feito alcançado por Modern Family em 2011. Desde então, somente dramas terminaram isolados no topo na noite principal do Emmy.

Maisel esteve na disputa em seis categorias e só não levou pra casa o Emmy de melhor ator coadjuvante, vencido por Henry Winkler, de Barry (HBO). A série da Amazon ganhou melhor direção e roteiro (ambos para Amy Sherman-Palladino, a showrunner), melhor atriz coadjuvante (Alex Borstein), melhor atriz (Rachel Brosnahan) e melhor comédia.

Assim, desbancou a rival Atlanta, que mesmo com oito indicações pela estupenda segunda temporada, não ganhou uma estatueta sequer.

Outra série esnobada foi The Handmaid's Tale. Grande vencedora do ano passado, a trama distópica entrou no Emmy como favorita em duas categorias (atriz principal e atriz coadjuvante). Perdeu as duas e, ainda por cima, viu Game of Thrones levar o prêmio de melhor drama pela terceira vez.

A vitória de Game of Thrones após ausência de um ano não foi suficiente para fazer com que a HBO ultrapasse a Netflix na corrida pelo primeiro lugar da noite. Das 26 estatuetas entregues na cerimônia, sete foram para a gigante do streaming, uma a mais do que o canal pago. 

A comédia Barry surpreendeu positivamente, com duas conquistas, e Thandie Newton (Westworld) deixou todos boquiabertos ao derrotar três atrizes de Handmaid's Tale como melhor atriz coadjuvante em drama. Enquanto que Peter Dinklage (ator coadjuvante em drama) e o talk show de John Oliver confirmaram o favoritismo em suas respectivas categorias.

Já a Netflix só teve um prêmio que não causou tanto espanto, o de melhor atriz em minissérie para Regina King, por Seven Seconds, drama que a empresa cancelou e transformou em minissérie só para dar uma chance para Regina no Emmy.

De resto, tudo foi surpreendente, de roteiro de especial de variedades (John Mulaney) a direção em drama (The Crown). Uma das zebras da noite foi Claire Foy, de Crown, que desbancou Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale) como melhor atriz.

E a minissérie Godless correu por fora e abocanhou dois prêmios de atuação, ganhos por Jeff Daniels e Merritt Wever.

No total, contando os prêmios técnicos entregues nos dias 8 e 9 de setembro, HBO e Netflix empataram com 23 vitórias no primeiro lugar. Até o anúncio de melhor drama, o prêmio que encerrou a noite principal, a Netflix estava na frente por uma estatueta, com a chance de quebrar um recorde que está com a HBO há 16 anos. Fica para o ano que vem.

Confira os vencedores, em negrito, das principais categorias do Emmy de 2018:

Melhor série dramática
The Americans (Fox Premium)
The Crown (Netflix)
Game of Thrones (HBO)
The Handmaid's Tale (Paramount Channel)
Stranger Things (Netflix)
This Is Us (Fox Play)
Westworld (HBO)

Melhor série de comédia
Atlanta (Fox Premium)
Barry (HBO)
Blackish (Canal Sony)
Curb Your Enthusiasm (HBO)
Glow (Netflix)
The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)
Silicon Valley (HBO)
Unbreakable Kimmy Schmidt (Netflix)

Melhor minissérie
The Alienist (Netflix)
American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace (FX)
Genius: Picasso (NatGeo)
Godless (Netflix)
Patrick Melrose (inédita no Brasil)

Melhor atriz em série dramática
Claire Foy (The Crown)
Tatiana Maslany (Orphan Black)
Elisabeth Moss (The Handmaid's Tale)
Sandra Oh (Killing Eve)
Keri Russell (The Americans)
Evan Rachel Wood (Westworld)

Melhor ator em série dramática
Jason Bateman (Ozark)
Sterling K. Brown (This Is Us)
Ed Harris (Westworld)
Matthew Rhys (The Americans)
Milo Ventimiglia (This Is Us)
Jeffrey Wright (Westworld)

Melhor atriz coadjuvante em série dramática
Alexis Bledel (The Handmaid's Tale)
Millie Bobby Brown (Stranger Things)
Ann Dowd (The Handmaid's Tale)
Lena Headey (Game of Thrones)
Vanessa Kirby (The Crown)
Thandie Newton (Westworld)
Yvonne Strahovski (The Handmaid's Tale)

Melhor ator coadjuvante em série dramática
Nikolaj Coster-Waldau (Game of Thrones)
Peter Dinklage (Game of Thrones)
Joseph Fiennes (The Handmaid's Tale)
David Harbour (Stranger Things)
Mandy Patinkin (Homeland)
Matt Smith (The Crown)

Melhor atriz em série de comédia
Pamela Adlon (Better Things)
Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)
Allison Janney (Mom)
Issa Rae (Insecure)
Tracee Ellis Ross (Blackish)
Lily Tomlin (Grace and Frankie)

Melhor ator em série de comédia
Anthony Anderson (Blackish)
Ted Danson (The Good Place)
Larry David (Curb Your Enthuasiasm)
Donald Glover (Atlanta)
Bill Hader (Barry)
William H. Macy (Shameless)

Melhor atriz coadjuvante em série de comédia
Zazie Beetz (Atlanta)
Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel)
Aidy Bryant (Saturday Night Live)
Betty Gilpin (Glow)
Leslie Jones (Saturday Night Live)
Kate McKinnon (Saturday Night Live)
Laurie Metcalf (Roseanne)
Megan Mullally (Will & Grace)

Melhor ator coadjuvante em série de comédia
Louie Anderson (Baskets)
Alec Baldwin (Saturday Night Live)
Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt)
Brian Tyree Henry (Atlanta)
Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)
Kenan Thompson (Saturday Night Live)
Henry Winkler (Barry)

Melhor atriz em minissérie ou filme
Jessica Biel (The Sinner)
Laura Dern (The Tale)
Michelle Dockery (Godless)
Edie Falco (Law & Order True Crime: The Menendez Murders)
Regina King (Seven Seconds)
Sarah Paulson (American Horror Story: Cult)

Melhor ator em minissérie ou filme
Antonio Banderas (Genius: Picasso)
Darren Criss (American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace)
Benedict Cumberbatch (Patrick Melrose)
Jeff Daniels (The Looming Tower)
John Legend (Jesus Christ Superstar Live In Concert)
Jesse Plemons (Black Mirror: USS Callister)

Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme
Sara Bareilles (Jesus Christ Superstar Live In Concert)
Penélope Cruz (American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace)
Judith Light (American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace)
Adina Porter (American Horror Story: Cult)
Merritt Wever (Godless)
Letitia Wright (Black Mirror: Black Museum)

Melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme
Jeff Daniels (Godless)
Brandon Victor Dixon (Jesus Christ Superstar Live In Concert)
John Leguizamo (Waco)
Ricky Martin (American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace)
Edgar Ramírez (American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace)
Michael Stuhlbarg (The Looming Tower)
Finn Wittrock (American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace)


Assista no canal do Notícias da TV no YouTube o vídeo: Cinco séries policiais com mulheres dentro e fora da lei.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook