Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SUCESSO NOS GAMES

Em busca de sua Walking Dead, Netflix fará série baseada em Resident Evil

Divulgação/Constantin Film

A atriz Milla Jovovich interpretou a heroína Alice em seis filmes da franquia Resident Evil - Divulgação/Constantin Film

A atriz Milla Jovovich interpretou a heroína Alice em seis filmes da franquia Resident Evil

REDAÇÃO

Publicado em 25/1/2019 - 11h29

Com um investimento cada vez maior em produção própria e menos em conteúdo adquirido, a Netflix busca uma versão de Walking Dead para chamar de sua. E pode ter encontrado o produto ideal: a plataforma vai adaptar a franquia de jogos Resident Evil, que mostra um grupo de humanos em guerra contra um vírus que transforma as pessoas em zumbi. Os games já foram levados para o cinema, em seis filmes estrelados por Milla Jovovich.

Segundo o site Deadline, o serviço de streaming fechou um acordo com a produtora alemã Constantin Film, responsável pelos seis longas, para preparar uma nova adaptação dos jogos, agora em formato de série.

A ideia é que a nova atração aprofunde mais a mitologia dos games e tome um rumo diferente do mostrado nos filmes --que tinham como foco a personagem Alice (Milla), criada para os longas, mas que interagia com colegas oriundo dos games.

O Deadline informa que a série de Resident Evil mostrará os bastidores sombrios da Umbrella Corporation, empresa que cria armas biológicas e foi a responsável pelo T-vírus, que transforma humanos em zumbis.

O programa também deve retratar como o planeta fica devastado após a epidemia de zumbis. Mas a maneira como isso será abordado dependerá da visão do showrunner da série, que ainda não foi contratado.

A aposta em Resident Evil é praticamente infalível: a franquia é bem mais popular do que os quadrinhos que inspiraram The Walking Dead. Os games já venderam 85 milhões de cópias mundialmente, e os seis longas lançados arrecadaram US$ 1,2 bilhão (R$ 4,5 bilhões) nas bilheterias --é a franquia cinematográfica baseada em um jogo mais lucrativa da história.

Isso porque os fãs sequer ficaram satisfeitos com as adaptações para o cinema dos games zumbi. Se o showrunner escolhido pela Netflix e pela Constantin Film fizer um bom trabalho, que agrade aos fãs, o sucesso será certeiro.

Ao mesmo tempo em que começa a desenvolver uma série de Resident Evil, a produtora também prepara um reboot da franquia para as telonas. Em dezembro, o inglês Johannes Roberts (de Medo Profundo) foi contratado para escrever e dirigir um novo filme que apresente a história a uma nova geração.

Leia também

Web Stories

+
Fim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega PegaDe Luísa Sonza a Ana Hickmann: Veja as mansões de dez famosos brasileirosLonge dos holofotes: Veja por onde andam cinco atores de Hilda FuracãoAtaque de fã-clube e troca de professor: Cinco tretas marcantes na Dança dos Famosos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você vai acompanhar após o fim do No Limite e Power Couple?